Comentários da Lição 3 (1º Tri/2016) por Jael Enéas
12/01/2016
Meditação de Pôr do Sol de 15/01/2016 por Antônio Zuza Ferreira
12/01/2016

Meditação de Pôr do Sol de 08/01/2016 por Antônio Zuza Ferreira


O CONSERTO DO PIANO

Louvai ao Senhor, porque ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre. Salmo 106:1

Quero contar a história de como o Senhor é bom e sua misericórdia me alcançou de uma forma
maravilhosa!

Desde que me tornei adventista do sétimo dia, entendi que não podia guardar só para mim a mensagem da salvação. Compartilhei o evangelho com minha irmã e, depois de muita luta e oração, ela foi batizada. O inimigo de Deus ficou revoltado e me abateu com terríveis dores de cabeça que duraram 24 meses. Como eu morava com minha esposa e três fi lhas pequenas em Fortaleza, CE, dependia da venda de livros para manter a casa, pois na época eu era colportor. As dores eram tão fortes que me impediam de trabalhar. No dia em que a dor estava mais amena, aproveitava para visitar as pessoas e vender alguns livros. A situação continuava a me impedir de trabalhar, até o dia em que minha esposa veio conversar comigo. Ela disse:

– Zuza, a geladeira está vazia. Hoje será nossa última refeição e amanhã não teremos mais nada! Vou procurar José, nosso amigo, e pedir-lhe dinheiro emprestado.

Com muita dor a respondi:

– Nega, vamos confiar em Deus. Ele vai cuidar de nós!

No dia seguinte, na rua em que nós morávamos, ocorria a feira. Enquanto isso, orava a Deus pedindo a ajuda Dele. Então, dois homens bateram palmas em frente à nossa casa. Minha esposa foi atendê-los e ficou surpresa com o pedido deles:

– Bom dia, Dona Cida! Ficamos sabendo que vocês tem um piano que precisa de conserto. Nós viemos aqui para isso.

Ela respondeu:

– Realmente, mas meu esposo está doente e não temos dinheiro para pagar o serviço.

Os homens insistiram em ver o instrumento e minha esposa não quis permitir que o fizessem. Quando ela virou as costas e entrou em casa, eles a seguiram e entraram na sequência. Eu tinha ouvido a conversa do quarto e me levantei para ver o motivo da insistência dos homens. Eles conversaram comigo rapidamente e se dirigiram ao piano. Vistoriaram o instrumento e perceberam que uma das teclas estava com um som estranho. Quando um deles levantou a tecla, falou:

– Seu Zuza, como o senhor diz que não tem dinheiro nem para fazer a feira? Olha ele aqui! Então me entregou uma boa quantia em dinheiro.

Falei para ele que eu não tinha colocado o dinheiro ali. Naquele momento, agradeci a Deus e abracei minha esposa. Quando olhamos novamente, os homens haviam sumido! Ficamos perplexos com o ocorrido. Com o dinheiro conseguimos preencher a geladeira e, depois daquela visita, a dor de cabeça, que tanto me fazia sofrer, sarou!

Estudando a história dos anjos, descobri que eles tomam a forma humana para nos ajudar e, muitas vezes, nem percebemos. Creio que a maioria delas só saberemos no Céu! Quantas vezes você foi ajudado por anjos? Glória a Deus porque Ele cuida sempre de Seus fi lhos!

Antônio Zuza Ferreira
Missionário por 56 anos, membro da igreja do IASP há 36 anos e aluno da classe da Escola Sabatina do professor Olímpio.

Os comentários estão encerrados.