Meditação diária de 29/06/2020 por Flávio Reti – Laser
29/06/2020
Sábado 04/07 às 17h – On live
30/06/2020

Meditação diária de 30/06/2020 por Flávio Reti – Lata

30 de junho

Romanos 12:2  “E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente…”

Lata

Nós entendemos que lata é qualquer recipiente de metal usado para guardar algum tipo de alimento e às vezes bebidas também. Sua constituição é uma chapa de ferro bem fina, delgada, que vem revestida de estanho e nesse caso se chama folha de flandres, ou pode vir revestida de cromo e nesse caso é chamada de folha cromada. O que estamos fazendo, não se explica a causa, é que estamos chamando as vasilhas de alumínio também de lata. Veja, por exemplo, uma vasilha de refrigerante, dessas de guaraná, de soda, que é totalmente de alumínio e nós dizemos uma latinha de refrigerante. E essas embalagens de alumínio vêm tendo muita aceitação e importância nas indústrias alimentícias sendo utilizadas principalmente para bebidas. É um tipo de embalagem garantida, segura, porque protege o produto sem descaracterizar o sabor e o odor. Mas a indústria não esqueceu do uso da lata propriamente, o que se pode comprovar nas embalagens de lata para ervilhas, milho, sardinhas, doces, molho de tomate e outras coisas comestíveis manufaturadas que ainda vêm em latas de verdade. A palavra lata vem do latim que por sua vez herdou do germânico e lá também tinha o significado de chapa de ferro, ou em vocabulário mais nosso, folha de ferro, ou ainda lâmina de ferro. Há uma outra qualidade que não podemos esquecer, que a lata de ferro ou de alumínio é totalmente reciclável e retorna ao mercado várias vezes depois de reprocessada, fundida e modelada para ser nova embalagem. Agora pense um pouco: A lata, depois de reprocessada, volta às prateleiras e reinicia o ciclo de seu objetivo. O homem, quando morre, se vai para sempre, ele não volta. Embora haja espalhada pelo mundo a crença de que o ser humano ao morrer se reencarna e nasce de novo, e muitas vezes em forma de um animal, uma ideia vinda do espiritismo, isso não é bíblico e nisso nunca poderemos acreditar. A bíblia nos ensina que, ao morrer, o homem entra em um silêncio profundo sem consciência da vida, do que se passa “debaixo do sol, na linguagem de Salomão (Ecles.9:5). Desde que Adão pecou, Deus já determinou a duração da vida na terra como uma oportunidade para que avaliemos e tomemos decisões sábias e acertadas para ser perdoados e aceitos novamente. Agora sim, como a lata que retorna, porque está nos planos de Deus renovar o Éden e recriar a vida na terra com seres incorruptíveis, não mais propensos ao pecado. Deus tem planos bons para refazer o homem, o que precisamos é entendê-los e viver por eles para sermos reciclados de modo a poder viver no céu. Impressionante, mas o homem também é reciclável! Voltaremos a viver, se estivermos na ressurreição dos justos.

Os comentários estão encerrados.