Meditação diária de 26/07/2020 por Flávio Reti – Microfone
26/07/2020
Meditação diária de 28/07/2020 por Flávio Reti – Microscópio
28/07/2020

Meditação diária de 27/07/2020 por Flávio Reti – Microprocessador

27 de julho

Jó 22:13 “Que sabe Deus? Pode ele julgar através da escuridão?”

Microprocessador

Todo computador e todo celular tem dentro dele um microprocessador. O início da eletrônica se deu com a invenção da válvula eletrônica e os aparelhos eram grandes, produzia muito calor, dissipava muita energia. Depois surgiram os transistores, bem menores, mais econômicos, mais eficientes do que as válvulas e mais baratos também. Com os transistores já se tornou possível diminuir o tamanho dos equipamentos e fazê-los portáteis. Para reduzir ainda mais os equipamentos, criou-se o circuito integrado, onde uma pastilha tinha dentro o equivalente a uma placa inteira de um aparelho qualquer. Uma pastilha de um circuito integrado poderia ter dentro dela tudo que um televisor tinha, ou tudo que um rádio tinha dentro da sua caixa, mas agora miniaturizado. Isso tudo só foi possível com a tecnologia dos nanos componentes. Hoje, olhando para uma placa de circuito impresso, pode se ver nano componentes que é impossível distinguir a olho nu. Pois foi exatamente essa tecnologia que permitiu a construção dos microprocessadores. Dentro de um computador sempre você vai encontrar uma pastilha de 3 a 4 centímetros quadrados onde se localiza o cérebro do computador. É nesse micro processador que as operações se realizam, os cálculos são efetuados, e as tomadas de decisão são apresentadas. O microprocessador, geralmente chamado apenas de processador, é um circuito integrado construído com nano componentes que realiza as funções de cálculo e tomada de decisão de um computador. Todos os computadores e equipamentos eletrônicos baseiam-se nele para tudo que se faz com um computador. No entanto, para se enxergar um microprocessador por dentro é necessário ampliar mais de 800 vezes sob luz ultravioleta. Um microprocessador é um circuito integrado, porque ele integra milhares de nano componentes dentro dele. O primeiro microprocessador foi criado pela Empresa Intel, em 1971. Era o Intel 4004 que possuía 2300 transistores dentro dele, com um poder de processamento de dezenas de bilhões de instruções por segundo. E assim a complexidade foi crescendo a ponto de compor milhões de transistores dentro de uma única pastilha do microprocessador. Essas poucas informações já são suficientes para nos fazer sentir a complexidade que vai dentro de um único computador. Mas o que dirá você quando se puser a pensar na onisciência de Deus que controla não um computador, mas o universo inteiro e sabe tudo que se passa no recesso da alma?

Os comentários estão encerrados.