Meditação diária de 25/04/2019 por Flávio Reti – Guglielmo Marconi
25/04/2019
Comentários da Lição 4 (2o Trim/2019) por Classe ECC
26/04/2019

Meditação diária de 26/04/2019 por Flávio Reti – César Marco Aurélio Antonino Augusto

26 de abril

Deuteronômio 33:26  “Não há outro, ó Jerusum (amado), semelhante a Deus que cavalga sobre o céu para a tua ajuda…”

César Marco Aurélio Antonino Augusto

Quer uma complicação de nomes? Então acompanhe: Esse Cesar Marco Aurélio Antonino Augusto ao nascer se chamava Marco Ânio Catílio Severo e assim que se casou adotou o nome de Marco Ânio Vero. Quando foi eleito imperador de Roma, mudou o nome para Marco Aurélio Antonino e acrescentou o título de nobreza Cesar e Augusto e na prática ficou conhecido apenas por Imperador Marco Aurélio, cinco mudanças de nome. Esses muitos nomes não adiantaram nada, reduziram para Marco Aurélio e pronto. Seu reinado não foi fácil, porque foi marcado por guerras no oriente do império e ao norte com os germânicos, mas era tido como um bom imperador e além do mais era muito culto porque se interessava pela filosofia e até escreveu um livro denominado Meditações. Bem, como todos morrem, Marco Aurélio também morreu, mas antes designou seu filho Cómodo o herdeiro do trono e essa foi a primeira vez que o império passa de pai para filho em linha consanguínea na história de Roma. Geralmente o mando do império era passado por morte à traição, por intrigas das mulheres, por assassinato do imperador, por morte nas batalhas e o general assumia, mas desta vez foi de pai para filho. O ano era 177 depois de Cristo. Mas, segundo os historiadores, Códomo ainda não estava preparado para assumir o trono e se tornou um garotão muito egocêntrico e daí, dizem eles, começou o declínio do império Romano e foi o início do fim da paz romana e do domínio mundial. Ainda hoje se pode ver uma estátua de bronze de Marco Aurélio montando seu cavalo em frente da praça do capitólio, para onde foi transferida desde a praça em frente ao palácio de Latrão. Na moeda de 50 centavos de Euro, na Itália, pode-se ver a figura dessa estátua de Marco Aurélio montando seu cavalo.

Ao ler sobre a cavalgadura de Marco Aurélio, me veio à mente uma figura de linguagem usada pelo profeta Isaías (Is.19:1) onde ele descreve a destruição do Egito com as seguintes palavras: “Eis que o Senhor vem cavalgando numa nuvem ligeira e entra no Egito”. O Egito sempre foi exportador de cavalos nos dias de Israel, inclusive Salomão comprava cavalos no Egito, pelo qual Salomão pagava 150 ciclos de prata (I Reis 10:28). Mas quando o profeta se refere ao Senhor, ele diz mais ligeiro que os cavalos do Egito porque viria cavalgando numa nuvem, isto evoca a imagem de “sem empecilho”. Realmente, as ações de Deus não sofrem impedimentos, ninguém as pode obstruir, logo, é melhor para cada um de nós estar de bem com Deus porque ele tem planos e tem métodos que nós desconhecemos e na maioria das vezes é para nosso bem eterno. Pela boca do profeta Jeremias, Deus disse que “bem sabe os planos que tem a nosso respeito, planos de paz e não de mal, para nos dar um futuro e uma esperança” (Jer.29:11). Então, se assim é, vamos aguardar que se concretizem os planos do Senhor.

Os comentários estão encerrados.