Lembra-te do dia do sábado!!!
24/04/2020
Feliz Semana com o Senhor
25/04/2020

Meditação diária de 25/04/2020 por Flávio Reti – Doação de sangue

25 de abril

Romanos 3:25  “Deus o ofereceu (Jesus) como sacrifício para propiciação, mediante a fé, pelo seu sangue, demonstrando a sua justiça” (NVI).

Doação de sangue

Quem diria que sangue se tornaria um produto transportável de um indivíduo para outro! A Organização Mundial da Saúde comemora, desde 2005, no dia 14 de junho o dia mundial do doador de sangue, como uma homenagem aos doadores voluntários que conscientemente doam de seu sangue em prol de uma causa tão humana. A gente não vê, mas é um procedimento de fundamental importância para o funcionamento de qualquer hospital. Foi um médico austríaco de nome Karl Landsteiner que descobriu e distribuiu os tipos de sangue em três grupos AOB que vem sendo seguido até hoje e aplicado nas doações. Às vezes a gente não entende o porquê cada vez que se vai fazer qualquer pequeno procedimento cirúrgico, por mínimo que seja, o médico sempre pede para fazer antes um exame de sangue. É porque todos os procedimentos médicos demandam transfusão de sangue e sangue deve estar disponível no momento de qualquer cirurgia porque os médicos só trabalham com segurança absoluta. Os hospitais mantêm sempre abastecido um banco de sangue exatamente para emergências. Muitos pensam que doar sangue diminui seu sangue, afina seu sangue e, por puro preconceito, não doam sangue, mas é fácil e seguro, é um processo simples, rápido e o normal é não haver qualquer consequência com a doação. Doar sangue é uma rotina sem nenhum problema para o doador. O sangue retirado em minutos se recompõe, é reposto pelo organismo sem problema algum. Aqui no Brasil o Ministério da Saúde exige alguns procedimentos óbvios antes e depois da doação para prevenir complicação para o doador e para o recebedor do sangue. Antes da doação, o candidato passa por uma entrevista, denominada triagem clínica na qual algumas condições que podem impedir a doação ou a recepção já podem ser detectadas. Após a doação o sangue ainda passa por vários exames para garantir sua eficiência e pureza. Desde os tempos de Adão e Eva o sangue já passou a ter muitos significados. A promessa de Deus logo após matar um cordeiro para vestir Adão e Eva, que viram o sangue do cordeiro sendo derramado, era de uma dia mandar Jesus para morrer na cruz e dar seu sengue em resgate de muitos (Marc.10:45). Hoje o sangue de Jesus, derramado na cruz há dois mil anos ainda tem um tremendo significado para todos os crentes. Aliás, temos a informação de que a nossa redenção é através do sangue de Jesus (Col.1:14) e que o sangue de Jesus nos purifica de todo pecado (I João 1:7). Há muito mais para aprendermos sobre o sangue do que é possível descrever aqui, mas por hora, vamos pensar no significado do sangue de Jesus que não pode ter sido derramado à toa na cruz.

Os comentários estão encerrados.