Meditação diária de 22/11/2017 por Flávio Reti
22/11/2017
2º Feira de soluções
23/11/2017

Meditação diária de 23/11/2017 por Flávio Reti

23 de novembro
Dia de ação de graças

Salmos 107:1   “Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom, porque sua benignidade dura para sempre”

Na cultura americana, o dia de ações de graças (Thanksgiving day) é um feriado nacional, celebrado sempre na quarta quinta-feira do mês de novembro (não tem uma data fixa, em 2017 é hoje) e no Canadá, foi na segunda segunda-feira de outubro. É um dia quando as pessoas se reúnem para juntos com os amigos e parentes expressarem gratidão a Deus pelo ano em curso. Para eles é um dia tão importante como o Natal e a Passagem de ano para nós. A grande tradição desse feriado é em torno da comida e a celebração desse dia é com muita fartura de alimentos, uma festa gastronômica, onde costumeiramente se come peru, por ser uma ave nativa encontrada pelos colonizadores, e os frutos da terra, tais como batata, abóbora, maçã, nozes e tudo recheado com muita alegria. Como deve ser sabido, a América foi descoberta em 1492, oito anos antes do Brasil, mas foi só em 1620 que os primeiros colonizadores começaram a chegar e no ano seguinte, depois de ter passado pelo rigor do inverno em condições precárias, comendo os frutos da terra e o peru nativo, ajudados pelos índios, eles comemoraram seu primeiro dia de ação de graças que de lá pra cá virou tradição. Há uma curiosidade no dia de ação de graças na qual o presidente dos Estados Unidos, em uma cerimônia na casa Branca, perdoa dois perus salvando-os do destino dos outros 46 milhões de perus, uma estimativa, que serão consumidos naquele dia. O dia também é marcado por desfile com carros alegóricos promovido pela rede de lojas Macy’s com figuras da mídia, do mundo infantil e dos personagens da Disney e à tarde um famoso futebol americano, o esporte preferido por lá. No dia seguinte, é dia de promoção nas lojas, conhecida como Black Friday (sexta-feira negra) que já está aportando por aqui no nosso comércio também.

Essa expressão “ação de graças” é muito conhecida dos crentes por causa do pedido de Paulo aos Filipenses, “vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus com ações de graças” (Fil.4:6). Ellen White declara que “Quando a luz de Cristo brilha na alma, os lábios se encherão de louvor e ação de graças a Deus” (Conselhos sobre Mordomia, p.196). Precisamos entender que o dia de ação de graças seja isso mesmo que ele indica pelas bênçãos recebidas das divinas mãos, e não precisa ser um dia de condescendência com o apetite. Todos nós temos razões para ir ao templo do Senhor, talvez com uma oferta de gratidão, e agradecer sinceramente. Sentir-se alegre e cheio de júbilo pelo fato dele nos ter concedido bênçãos que, às vezes, nós nem suspeitamos. O dia de ação de graças celebrado pelos americanos já está, há muito tempo, pervertido pela tradição de comer e consumir que virou festa, pode ser tudo, menos um dia de ação de graças, no exato sentido da expressão. É hora da nossa voz, da nossa oração, subir em louvor e santo agradecimento porque “a terra ainda está cheia da bondade do Senhor” (Sal.33:5) e se assim não fosse, ela já estaria há muito tempo destruída. Tanto sobre os crentes como sobre os infiéis, Deus derrama diariamente suas inumeráveis bênçãos. Então, por que não expressar-lhe nossos agradecimentos por nos ter aceitado como filhos, como cidadãos do seu reino, como obreiros cooperadores. Se tomarmos consciência disto, nós nos humilharemos de joelhos, aos seus pés, prostrados, como um suplicante miserável. Ao recebermos benefícios de suas mãos diariamente, devemos acalentar um sentimento de gratidão no coração e expressar, sim, com palavras de gratidão e com louvor. Os anjos de Deus têm estado guardando nosso caminho durante nossa vida de modo que nós mesmos não temos visto quantas ciladas o inimigo nos armou e delas os anjos nos livraram. Por esta proteção e por esta vigilância nós também devemos agradecer. Quando Jesus curou 10 leprosos, apenas um voltou para agradecer (Luc.17:17). Talvez estejamos com os nove, a maioria, que jamais voltou para agradecer, quando deveríamos estar com a minoria, mas dos agradecidos. Fica aí a lição, todos os dias são dias de ação de graças, ninguém precisa esperar a quarta quinta-feira do mês de novembro, para agradecer. Agradecimento não precisa ter um dia certo, definido, todos os dias são dias de agradecimento. É hoje e será amanhã também, todos os dias. Ser grato é uma virtude que poucos conhecem.

Os comentários estão encerrados.