Meditação diária de 21/10/2020 por Flávio Reti – Termômetro
21/10/2020
Meditação diária de 23/10/2020 por Flávio Reti – Teste do Pezinho 
23/10/2020

Meditação diária de 22/10/2020 por Flávio Reti – Tesoura

22 de outubro

João 1:29  “Eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”

Tesoura

Eu ainda era menino e estava na moda fazer estilingues (em alguns lugares baladeira, seta, atiradeira). Os meninos sempre passam por fases como do estilingue, do pião, da bolinha de gude, de correr e salvar e naquela fase do estilingue eu também precisava fabricar o meu. Fui a uma oficina, pedi um pedaço de câmara de ar de pneu de caminhão e fui felicíssimo pra casa. Peguei a tesoura da minha mãe fazer suas costuras e me dei ao trabalho de cortar as tiras de borracha para fazer meu estilingue, mas a tesoura não cortava a borracha grossa e eu nervoso atirei com raiva a tesoura no chão que se partiu em vários pedaços. Depressinha ajuntei os cacos e enterrei no fundo do quintal. Quando minha mãe precisou da tesoura e não achou, procurou por toda a casa, perguntou para todos meus irmãos e ninguém viu e eu não contei que eu havia quebrado e enterrado. Minha mãe morreu quando eu tinha 15 anos e nunca ficou sabendo que fim levou a tesoura dela. Na mesma ocasião da onda do estilingue, nós passamos a usar a tesoura de um alfaiate quando ele saía do seu ateliê, mas ele descobriu e colocou a tesoura em cima da máquina de costura e eletrificou a máquina. Quando eu, logo eu, fui pegar a tesoura dele, tomei um tremendo choque e gritei horrorizado. Ele veio correndo e descobriu no ato quem andava pegando a tesoura dele e deixando-a cega sem corte. Mas tesoura é uma ferramenta usada para cortar material fino, não espesso e nunca borracha de pneu de caminhão. Ela corta bem tecidos, papel, cabelo, unhas mas materiais que requerem mais força de corte não são para tesouras. São muitos os tipos de tesouras que encontramos no mercado, algumas dedicadas a um certo tipo de corte, como as tesouras usadas pelos barbeiros e cabeleireiras, próprias para cortar exclusivamente cabelo. As manicures usam-na para cortar unhas e cutículas, os alfaiates e costureiras usam-na para cortar tecidos, outros usos são tosquiar ovelhas, podar plantas e por aí vai, cada tipo de tesoura para um tipo de material. As primeiras citações históricas do uso de uma tesoura são do Egito, 1500 antes de Cristo, se bem que esse formato moderno foi inventado em Roma lá pelo ano 100 depois de Cristo. Foi só em 1750 que um tal Robert Hinchliffe passou a produzir comercialmente tesouras de aço e elas se tornaram realmente populares. Hoje, aí na sua casa, aposto que em alguma gaveta se encontra uma tesoura à disposição. Se ela serve para cortar, há muitas coisas que precisamos cortar, mas para cortar o pecado ela não serve. Temos que cortá-lo de outra maneira, pela graça de Jesus.

Os comentários estão encerrados.