Comentários da Lição 3 (4o Trim/2017) por Membros da Classe do EJC
20/10/2017
Meditação diária de 22/10/2017 por Flávio Reti
22/10/2017

Meditação diária de 21/10/2017 por Flávio Reti

21 de outubro
Dia do lixeiro

I Coríntios 4:13   “… até o presente somos considerados como refugo do mundo e como a escória de tudo”

Faça sol ou faça chuva, faça frio ou faça calor, toda semana, três vezes por semana, eles passam na minha rua recolhendo os restos de tudo que descartamos. E eles são obrigados a correr atrás do caminhão para não se atrasar. É a velocidade do caminhão que dita o ritmo de trabalho de um coletor de lixo. Correndo, eles vão juntando as sacolas de lixo, jogam no caminhão e vão dependurados, expostos ao mau cheiro, à contaminação. Esse é o seu trabalho. Mais digno do que esse é impossível.

Os lixeiros executam um trabalho importantíssimo na sociedade. Eles têm que manipular o que ninguém quer mais e, mesmo assim, somos levados a lembrar que existe uma pessoa chamada lixeiro apenas quando o caminhão, por alguma razão, não passa. Daí vem à lembrança: Ué, o lixeiro não passou?

Em 2015, em Goiânia, um diamante bruto foi descoberto pelo programa do Gugu, um cantor de nome Ronaldo se apresentou cantando “O sole Mio” e foi grandemente aplaudido, Saiu dali com curso de música garantido e com a gravação de um CD em um estúdio da cidade (www.youtube.com/watch?v=yyWPUJH0-Rw). Em Julho de 2016, outra joia rara foi descoberta em Linhares, no Espírito Santo e saiu das ruas como lixeiro para brilhar nos palcos da música popular (www.youtube.com/watch?v=R2MEuu7P78k). No bairro da Liberdade, em Salvador, o gari José Jorge de Jesus também foi descoberto pela TV Globo de Salvador e soltou a voz em um programa ao vivo na TV baiana (g1.globo.com/bahia/bahia-meio-dia/vídeos). Outro gari, Leandro, morador de Candeias do Jamari, em Rondônia, participou de um festival de música e obteve o primeiro lugar. Inscrito no concurso pela diretora do colégio onde estuda, foi surpresa para todos. No dia do concurso esteve trabalhando nas ruas de Candeias do Jamari até quase a hora do concurso, onde chegou suado, depois de um banho apressado, nos últimos minutos. Vários são os exemplos de garis que saíram de trás dos caminhões de lixo para brilhar nas telas da Televisão. Isso quer dizer que não importa a profissão, todas são honradas, e o talento sempre fala mais alto. O Gari pode apanhar lixo, mas sua profissão é uma profissão limpa quanto limpa for a sua alma.

Quando Isaías lastimava a sorte dos Israelitas apostatados e corruptos como as demais nações, ele diz que “por isso se acendeu a ira do Senhor contra o seu povo e o Senhor estendeu sua mão contra ele e o feriu; as montanhas tremeram, e os seus cadáveres eram como lixo no meio das ruas e com tudo isso não tornou atrás a sua ira, mas ainda está estendida a sua mão” (Is.5:25). É a descrição de um povo duro, insensível que virou as costas ao Senhor. O livro de II Reis (16:3) fala de um lugar cujo nome é Vale dos Filhos de Hinon, que era o local onde a cidade de Jerusalém descartava seu lixo e que passou a significar um símbolo de um lugar reservado para o castigo eterno. Estamos falando em lixo produzido nas ruas, nas casas, nas indústrias e que é retirado pelos garis. As casas, as ruas e as indústrias ficam limpas com a ação meritória dos garis, mas o que dizer do lixo chamado intelectual, mental, que acumulamos em nossa mente? Quem seria o super gari para limpar a mente e o coração do lixo acumulados ao longo de nossa existência? Esse lixo, geralmente, é produzido como resultados de pecados cometidos cujos resíduos vão ficando e contaminando a alma. Felizmente, Deus disse que há um momento em que ele não se lembra mais dos nossos pecados. “Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro mais” (Is.43:25). Novamente ele diz que “Tornará a ter compaixão de nós; pisará aos pés as nossas iniquidades e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar” (Mi.7:19). Graças a Deus, por Jesus Cristo que, pela sua vida e morte, nossos pecados são apagados. É como a ação de um gari celestial limpando a nossa mente e o nosso coração. Assim, voltamos a ter paz com Deus e esperança na sua palavra.

Os comentários estão encerrados.