Meditação diária de 18/05/2020 por Flávio Reti – Ferro de passar
18/05/2020
Meditação diária de 20/05/2020 por Flávio Reti – Filmadora Super 8
20/05/2020

Meditação diária de 19/05/2020 por Flávio Reti – Fibra ótica

19 de maio

Mateus 6:5  “E quando orardes, não sejais como os hipócritas…”

Fibra ótica

Narinder Singh Kapany, um físico indiano nascido no Punjab, leva a fama de ter descoberto a fibra ótica em 1952. Para se ter uma ideia do quanto a tecnologia da fibra ótica representa, já se cogitou em abortar a tecnologia de satélite preferindo a fibra, porque através dela o sinal emitido não sofre aquele delay (um retardo) que você vê na televisão quando um repórter chama o outro e fica aquele vazio esperando o sinal subir até o satélite e depois descer até o centro de mídia e chegar ao seu televisor e também porque não é afetada pelo clima ou pela variação de temperatura. A fibra ótica é um fio flexível e transparente fabricado a partir do vidro e recoberto com plástico e utilizado como condutor de luz e com ela as imagens, os sons em impulsos ou em dados binários de computador. Seu diâmetro é de alguns micrômetros e pouco mais grossa do que um fio de cabelo e como é feita de vidro não sofre interferência eletromagnética e é o top atualmente em sistemas de transmissão de dados e comunicação sem perder informações em longas distancias. A fibra ótica foi introduzida no Brasil só em 1977, depois de muitas pesquisas efetuadas pela UNICAMP. Através de uma fibra ótica é possível transmitir 1.6 terabytes por segundo e tudo que antes se fazia com cabos submarinos com grande custo de manutenção e reposição, hoje se faz com fibra ótica com baixo custo e fácil manutenção. O mundo já está entrecortado em todas as direções com fibras óticas ligando os continentes e países mais longínquos que se possa imaginar. É uma tecnologia que veio para ficar por muito tempo e a quantidade de cabos que já estão espalhados pelo fundo dos mares representa 99% das conexões do planeta, e vejam que os cabos que nos servem aqui, que atravessam o Oceano Atlântico, têm capacidade para mais de 200 milhões de conexões simultâneas. A internet via satélite já ficou em lugar secundário, quase no esquecimento, somente usada dentro do país nos lugares ermos onde não há possibilidade de passar cabos de fibra ótica. As fibras podem ainda ser usadas para iluminação, para ligar sensores e para transportar lasers além de ser usada nos aparelhos médicos para exame do interior do corpo. Coisa fantástica o descobrimento da fibra ótica! E pensar que podemos falar com Deus em distância muito maior do que as medidas por aqui sem uso de tecnologia alguma! Não precisa de fio de cobre nem da ilustríssima fibra ótica e ele nos ouve imediatamente. Não é ainda mais fantástico? Então, ore agora, porque Deus já está ouvindo!

Os comentários estão encerrados.