Meditação diária de 17/08/2017 por Flávio Reti
17/08/2017
Meditação diária de 19/08/2017 por Flávio Reti
19/08/2017

Meditação diária de 18/08/2017 por Flávio Reti

18 de agosto

Dia da Libertação humana

Salmo 119:45    “Andarei em liberdade, pois tenho buscado os teu preceitos”

Falar em libertação humana já nos leva a pensar em revolução cultural. A cultura liberta, os incultos são presos na sua ignorância. Esse é o pensamento imediato que ocorre. Mas vamos pensar em libertação física mesmo. Vou citar um caso de libertação humana no exato sentido da palavra. A Operação Entebbe foi uma missão de resgate das mãos de terroristas da tripulação inteira de um avião da Air France. Uma aeronave da Air France com 248 passageiros, saindo da Alemanha, foi sequestrada por terroristas da Frente Popular para a Libertação da Palestina e desviada para o aeroporto de Uganda. O ditador Idi Amin, de Uganda, apoiava a ação terrorista. No dia seguinte, 148 reféns não israelitas foram libertados e voltaram no mesmo avião. Os demais, israelenses e judeus, foram detidos e ameaçados de morte. Em Israel, o governo fazia planos de resgatar os reféns. Descobriu-se que o aeroporto de Addis Abebba foi construído por engenheiros israelenses que forneceram a planta. Com cinco aviões hércules, com pessoal e armamento, inclusive um carro semelhante ao de Idi Amin, eles desceram no aeroporto atrás de um avião russo de carga que era esperado. Quando o Rolls Royce saiu, ninguém desconfiou e o próximo passo foi bombardear o aeroporto, as estradas de acesso e, em 40 minutos estavam de volta com todos os reféns resgatados. Apenas um morto, o coronel Yonatan Netanyahu, irmão do primeiro ministro Benjamim Netanyahu. A história é longa, há um filme contando a façanha, mas não há espaço para detalhes. Você pode ver na Internet (Operação Entebbe).

Aqui mesmo, em Campinas existe um grupo de pessoas que se auto denominaram Operação Resgate, mas é resgate de cães e gatos vadios pelas ruas de Campinas. Criaram um abrigo temporário, recoltam alimentos, promovem feira de adoção, buscam padrinhos, parceiros e estão fazendo um ótimo trabalho com os animais de rua.

A libertação comemorada hoje é humana, não é de cães e gatos. A liberdade provida por nosso Deus é a libertação da culpa, do pecado, por meio de Jesus Cristo. A operação resgate, pensada por Deus, foi muito mais engenhosa do que a operação Resgate do aeroporto de Entebbe, em Uganda. Antes do mundo existir, já estava nos planos de Deus nosso resgate. Ele esvaziou o céu, ao mandar seu filho para comandar a operação aqui na terra. O custo foi alto, a angústia imensa, mas os resultados são ainda indescritíveis. Hoje quando vemos pessoas sendo transformadas e libertadas dos vícios, dos caminhos tortuosos, não há como não se emocionar ao ver o resgate de uma alma perdida de volta ao redil.

A operação desencadeada por Deus ainda não terminou. Ela está em andamento e, talvez, alguém perto de você esteja sendo resgatado nesse dia. Precisamos entender como é e o que é o resgate provido por Deus para darmos o devido valor. Em termos simples, o resgate de Deus é o meio que o próprio Deus delineou para salvar o pecador da morte inevitável. Só entenderemos se relembrarmos o que se passou no Éden e o que acarretou na cruz, na pessoa de Jesus Cristo. Pense no filho de Deus sangrando, sem culpa, morrendo nas mãos de uma raça feroz, violenta, afundada em pecados, sofrendo, o que você e eu merecíamos, para nos resgatar. Era a real manifestação do imenso amor de Deus.

Ao longo desse dia, se você se lembrar da história do resgate, lembre-se de Jesus e agradeça pelo preço do seu resgate. Ele custou a morte do imaculado filho de Deus. É alguma coisa para pensar seriamente. Tente se lembrar daquele verso que diz “o filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e para dar a sua vida em resgate de muitos” (Mat. 20:25).

Os comentários estão encerrados.