Meditação diária de 17/08/2020 por Flávio Reti – Pasteurização
17/08/2020
Culto de Oração – 19/08 às 19h
18/08/2020

Meditação diária de 18/08/2020 por Flávio Reti – Pen Drive

18 de agosto

Mateus 18:14  “Assim também, não é da vontade de vosso pai que está nos céus que venha a perecer um só destes pequeninos”

Pen Drive

Inicialmente os computadores não possuíam internamente uma memória residente, tudo era externo. Assim, ao terminar de fazer algum trabalho, era necessário gravar na memória externa que era um disquete flexível ou em um rolo de fita magnética, ou em cartões perfurados. No dia seguinte, ao iniciar as atividades, era necessário ler a memória, internalizar tudo novamente e recomeçar o trabalho. Assim foi até que se inventou o disco rotativo de memória interna a que se chamou drive de memória. Mas, parece que por vingança ou ironia, a memória está voltando a ser externa com os pen drives e com os HD externos. O que nós chamamos de pen drive é uma memória externa que se ajusta à porta USB de todos os dispositivos eletrônicos determinada por padrão. Semelhante aos pen drives ainda estão em uso os cartões de memória, muito usado nos celulares, nas máquinas fotográficas e com boa capacidade de memória, indo alguns até 1 terabytes (abreviatura TB). O pen drive foi inicialmente pensado para substituir o disquete e os CDs e se demonstraram mais práticos para copiar e transferir arquivos ou sistemas operacionais. Eles são mais compactos, mais resistentes porque não possuem peças móveis, têm boa capacidade de memória e se usados em condições normais, podem armazenar dados e informação durante mais de dez anos. Ele apareceu no mercado em 1998, criado por um cientista israelense de nome Dov Moran, mas já vinha sendo testado desde 1994. A história do pen drive, da porta USB, da memória flash, já rendeu muitas disputas judiciárias porque muitas empresas reivindicavam a façanha de sua criação e até hoje não se chegou a um ponto em comum. IntelCompaqMicrosoft, Digital, IBM e Northern Telecom, todas entraram na disputa pela produção do pen drive. Quando você vê tantas empresas reivindicando a invenção do pequenino pen drive, que lhe parece quando você entende que satanás e seus anjos estão todos interessados em fazer de você o negócio, o comércio, de seu interesse? Que eles andam disputando sua vida, sua alma na tentativa de usá-lo para seus interesses escusos para atrapalhar o progresso do reino de Deus neste mundo? É verdade, você é pequenino, como um pen drive é pequeno, mas você foi dotado por Deus com uma memória mais eficiente do que a de um pen drive e pode fazer, se mal dirigida, um tremendo estrago no programa de Deus. Logo, pense um pouco na sua capacidade de raciocínio e de memória e pense também em trabalhar unicamente para Deus. 

Os comentários estão encerrados.