Meditação diária de 16/01/2020 por Flávio Reti – Antibiótico
16/01/2020
Culto de Adoração (Sábado 18/01/2020)
17/01/2020

Meditação diária de 17/01/2020 por Flávio Reti – Anticoncepcional

17 de janeiro

João 1:12  “Mas a todos quantos o receberam… deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus”

Anticoncepcional

Concepção é o ato de conceber, iniciar uma nova vida e se a invenção é o anticoncepcional, obviamente é alguma coisa que impede o início de uma nova vida, simples assim. Mas você se lembra de quando as famílias tinham no mínimo dez filhos? E não sabiam o que fazer? Parecia linha de montagem um atrás do outro, como numa fábrica de automóveis, um chassi entrando na esteira e um carro saindo para o pátio. Mas com a invenção do anticoncepcional, com a descoberta de como manipular os hormônios, tudo facilitou para os casais que não querem mais filhos, ou que querem mesmo evitar filhos. Basta um comprimidinho por dia e acabou a preocupação de mais nove meses barriguda com a incumbência de criar, educar e bancar todas as despesas que vierem depois. O anticoncepcional existe na forma de pílulas, injetável e na forma de adesivo e todos muito eficientes na proteção contra gravidez indesejada. Essa novidade foi lançada no mercado no ano de 1960, bem recente, e vem se disseminando a cada dia mais para dar às mulheres mais poder de decisão de ter um filho ou não. Mas não se iluda, nem tudo que reluz é ouro! Os anticoncepcionais podem provocar efeitos colaterais como náuseas, dores de cabeça, sangramentos fora do período menstrual, alteração de humor, depressão e podem ainda promover a engorda, o que mulher nenhuma quer, aliás tem horror a ser chamada de gorda. Antes da chegada do anticoncepcional, as mulheres que realmente queriam ou que precisavam evitar filhos recorriam à cirurgia para amarração das trompas evitando assim a ovulação. É um assunto melindroso para um leigo como eu falar a respeito, soa não muito ético, um médico faria com muito mais propriedade e conhecimento. Que foi uma boa invenção, não há dúvida, mas, diriam alguns, é como evitar que a vida recomece, evitar que haja vida, é contra o plano de Deus quando disse para Adão e Eva “crescei e multiplicai, enchei a terra” (Gên.1:28), e outras oposições. Países como a China e o Japão exigem dos casais um rigoroso controle da natalidade onde mais de um filho é motivo de censura pelo governo, porque a população já passa do Bilhão de pessoas (1.3 bilhões na China) e as autoridade preveem dificuldade para alimentar toda essa gente. Os recursos do país têm limite e a importação de alimento custa em dólar. O melhor a fazer é começar pensando no céu, onde não haverá diferença entre homens e mulheres, pois serão como os anjos (Mat.22:30) e provavelmente não haverá aumento da população dos salvos. Eu quero estar lá para comprovar isso e muitas outras coisas que ainda não estão bem explicadas.

Os comentários estão encerrados.