Meditação diária de 14/10/2017 por Flávio Reti
14/10/2017
Você sabia que o App… #9 Clipes Novo Tempo
15/10/2017

Meditação diária de 15/10/2017 por Flávio Reti

15 de outubro
Dia do professor

João 3:2   “Este, de noite, foi ter com Jesus e lhe disse: Rabi, sabemos que és Mestre vindo da parte de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele”

Logo após a independência do Brasil, em 1822, Dom Pedro I baixou um decreto imperial criando o Ensino Elementar. No decreto previa que todas as cidades e vilas, lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras. Vem de lá, daquela data, o dia do professor.

Glorinha estava crescendo e um dia sua mãe a chamou e disse: “Filhinha, agora você já está grande, já cresceu bastante, então a mamãe vai mandar você para a Escola”.  E assim a mamãe fez.  No dia do início das aulas, ela ajudou a Glorinha se preparar e foi com ela até o portão da Escola. Depois que as crianças entraram para as aulas, a mãe voltou para casa e ficou orando para que a Glorinha gostasse da Escola e gostasse de estudar. A mãe estava com medo de que Glorinha não gostasse de ficar na Escola o dia inteiro.  Ela havia visto muitas crianças chorando porque não queriam entrar.  Elas queriam ficar com suas mães. Glorinha era muito inteligente e a mãe falou que ela ficaria ainda mais inteligente quando fosse estudar.

Nesse primeiro dia de aula o professor fez algumas brincadeiras com os aluninhos novos para eles não ficarem só pensando nas suas mães e nas suas casas.  Ele fez algumas mágicas para os alunos e eles ficaram querendo descobrir como o professor havia feito tudo aquilo. O Professor acendeu um jornal e quando ele estava todo incendiado ele o colocou dentro de uma panela e tampou.  Falou em seguida algumas palavras mágicas e destampou. A panela estava cheia de pipocas que ele deu para os alunos. Depois ele pegou outra panela, acendeu outro jornal e colocou dentro da panela.  Que será que vai tirar agora, pensou Glorinha. Ele destampou a panela e saiu uma pombinha voando de dentro da panela.  Como que ele conseguia fazer tudo aquilo, pensava Glorinha.  Esse professor é mesmo muito inteligente, ela pensava. Ela ficou muito impressionada! Depois ele pegou uma banana e disse que iria cortar a banana ao meio só com a força do pensamento. Ele olhou firme para a banana e depois deu para um menino descascar. Quando ele estava descascando, a metade da banana já caiu.  Ela já estava realmente cortada ao meio.  Que coisa impressionante, pensava Glorinha! Quando ela chegou a sua casa, ela contou tudo para sua mamãe.  Contou como o professor havia feito algumas mágicas para as crianças.

A mamãe de Glorinha explicou, então, para ela que o professor estava só querendo brincar um pouco para descontrair as crianças. Ele não estava querendo enganar. As mágicas são sempre uma ilusão de ótica, isto é, uma ilusão aos nossos olhos. Aquela panela tinha duas tampas.  Ele pôs o jornal queimando dentro de uma parte da panela.  As pipocas já estavam prontas dentro da outra parte. Depois ele abriu a segunda tampa onde estavam as pipocas e assim iludiu as crianças que ficaram pensando que ele havia transformado jornal em chamas em pipocas. E a banana, ele já havia feito um furinho bem pequeno com uma agulha e como banana madura é molinha, ele pelo furinho cortou a banana com a agulha e quando o menino tirou a casca ela já estava realmente cortada. Mas a mamãe explicou também para Glorinha que Satanás sim anda sempre querendo nos enganar. Nós precisamos ficar bem atentos para que Satanás não nos engane.  Precisamos sempre pedir a Jesus que nos livre do mal. A Glorinha entendeu tudo isso que sua mãe explicou para ela.  Você entendeu também?

Numa de suas instruções, o apóstolo Pedro frisou muito bem o cuidado com os falsos mestres. “Mas houve também entre o povo falsos mestres, como entre vós haverá falsos mestres, os quais introduzirão encobertamente heresias destruidoras, negando até o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição” (II Ped.2:1). Nos últimos dias, além de surgir falsos mestres, vão surgir também “falsos Cristos e falsos profetas que farão grandes sinais e prodígios, de modo que, se possível, enganariam até os escolhidos” (Mat.24:24). Essas foram palavras do próprio Jesus advertindo do perigo dos falsos mestres no fim dos tempos. Os acontecimentos no mundo estão se afunilando e os homens cada vez mais premidos pelas circunstâncias da vida. Esse ambiente se torna muito propício para os falsos mestres introduzirem seus falsos ensinos. A palavra chave nessas circunstâncias é “cautela”. Acautelai-vos dos falsos mestres. Com a mesma facilidade que o professor enganou Glorinha no seu primeiro dia de aula, nós podemos ser enganados pelos falsos mestres modernos. Por isso, acautelai, eles estão por aí.

Os comentários estão encerrados.