Resultado do CPB na Igreja do UNASP-HT
13/10/2017
Meditação diária de 15/10/2017 por Flávio Reti
15/10/2017

Meditação diária de 14/10/2017 por Flávio Reti

14 de outubro
Dia mundial do ovo

Lucas 11:11,12   “Qual é o pai entre vós que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou se pedir peixe, lhe dará uma serpente? Ou se pedir um ovo, lhe dará um escorpião?”

Eu me lembro quando menino, que descobri no fundo do quintal da minha casa alguns ovos de caracol. Eu não sabia que caracol punha ovos e logo que descobri já inventei um brinquedo com eles. Coletei alguns ovos, achei a caracol dona deles, e passei a brincar de dono de granja. A caracol era minha galinha e eu colhia os ovos. A brincadeira durou alguns dias, até que os ovos começaram a eclodir e sair caracoizinhos de lá de dentro. Certo dia, levantando um tijolo, descobri também que lagartixas punham ovos, porque debaixo do tijolo havia uma lagartixa gordinha e alguns ovinhos. Nesse dia, em que o mundo dedica ao dia do ovo, eu acho que o grande objetivo desse dia é divulgar os benefícios do valor nutritivo do ovo e aumentar o consumo desse alimento, objetivo puramente comercial, mas eles são ricos em proteína, vitaminas e minerais e pobres em calorias. A vantagem maior é que ovo é um alimento barato, permite mil e uma combinação na cozinha e reforça qualquer refeição.

A título de curiosidade: Os atletas comem ovo cru antes dos treinos. Conheço alguém que compra bandejas de ovos, come todos os dias as claras e vai guardando as gemas e não tem o que fazer com elas. Mas eles podem ser ingeridos estrelados, mexidos e cozidos. Vão muito bem em pratos doces e salgados. Ellen White tinha muitas restrições com respeito ao uso de leite e ovos, mas ela abre algumas exceções. “Leite, ovos e manteiga não devem ser classificados como alimentos cárneos. Em alguns casos o uso dos ovos é benéfico. Não chegou o tempo de dizer que o uso de leite e ovos devam ser de todo rejeitados” (Conselhos sobre o Regime Alimentar, p.351). E que ensinamento eu tenho do ovo para minha vida espiritual? Vamos lembrar dos dias de Isaías. Ele compara o comportamento dos Israelitas descompromissados com a retidão e com a verdade como alguém que choca ovos de basilisco e tecem teias de aranha. Na linguagem dele, quem comer dos ovos do basilisco morrerá e do ovo que for picado sairá uma víbora. Segundo o dicionário Aurélio, basilisco é um réptil de oito pernas, em forma de serpente, capaz de matar pelo bafo ou pelo contato. Deve ser um réptil da família das iguanas venenosas. Os livros de Harry Potter exploram muito a mitologia a respeito do basilisco. Para nós, aqui do ocidente, esse animal nunca foi visto realmente, pelo menos assim como o descrevem.

Bem, Deus ao criar os animais ovíparos deve ter pensado no significado da vida dentro de um ovo. Para os nutricionistas ele é um alimento completo que tem os nutrientes necessários para manter a vida do feto até este atingir a capacidade de se alimentar normalmente. Se Deus estendeu sua vida a um simples ovo, como não dará ele a vida, e vida eterna, aos seus filhos que têm consciência da sua atuação no mundo físico e espiritual? Vida só provém de vida, e a vida está concentrada na vida de Deus. Sempre que pensarmos em vida, devemos pensar primeiro no doador da vida. É verdade que existe vida em um ovo, mas a vida dada por nosso Deus tem muito mais complexidade. Um dia ele promete conceder vida eterna, alguma coisa muito superior à vida simplesmente, como a conhecemos, se é que a conhecemos. Embora vejamos a vida florescendo em vários segmentos deste mundo, como plantas, animais, o homem, nós pouco entendemos do significado da vida. Ouvimos dizer que vida é um dom de Deus e fica só nisso, não passa disso. Nunca nos aprofundamos no significado mais profundo de vida. Nós que tanto almejamos a vida temos tão pouco conhecimento dela. Aliás, não temos muita condição de entender mais do que isso, porque a vida que provém de Deus é um atributo de seu caráter e com nossa mente finita dificilmente vamos atingir plena compreensão da vida. Quando falamos de vida eterna, aí é que nossa mente se perde de uma vez. O que podemos fazer é confiar que o doador da vida um dia vai nos conceder uma vida mais significativa, eterna. Até lá, mantenhamos nossa oportunidade desta vida alerta em fazer sua vontade para um dia recebermos a outra vida que ele nos promete. “Esta vida é um sopro que passa ligeiro”. Esta vida é muito incerta, só a vida eterna é certa.

Os comentários estão encerrados.