Meditação de Pôr do Sol 12/04/2019 por Edenir Vargas
12/04/2019
Meditação diária de 14/04/2019 por Flávio Reti – Johanna Mansfield Sullivan Macy
14/04/2019

Meditação diária de 13/04/2019 por Flávio Reti – Samuel Langhorn Clemens

13 de abril

Salmos 90:10  “A duração da nossa vida é de 70 anos,… pois, passa rapidamente e nós voamos”

Samuel Langhorn Clemens

Com esse nome você jamais acertaria quem é o personagem de hoje, mas com algumas informações você pode até acertar, mas ainda assim será difícil. Bem, Ele foi um escritor e humorista que viveu na América de 1835 até 1910. Escreveu dois famosos livros de literatura juvenil: The Adventures of Tom Sawyer e Adventures of Huckleberry Finn. Dizem que este último é o melhor romance americano, não sei. Seu cognome, ou nome artístico, era Mark Twain. Sua vida em si é um romance recheado de experiências e curiosidades. Cresceu às margens do Rio Missouri e ali viu muitas vezes os barcos subindo e descendo o rio. Quando jovem, trabalhou como tipógrafo, ajudou seu irmão num pequeno jornal, foi depois impressor e colunista e se voltou para pilotagem de barco no Mississipi. Decidiu em seguida trabalhar como mineiro em minas de prata e se frustrou com o garimpo, mas decidiu tentar novamente a carreira jornalística. Deu certo e ele alcançou popularidade ficando conhecido nacionalmente. Mark Twain descobriu seu dom e seguiu acumulando êxito e sucesso. Os demais escritores e jornalistas reconheciam sua capacidade criativa. Mas, quem vive nesse mundo capitalista sabe muito bem o que é ficar sem dinheiro e foi o que aconteceu, ele acabou indo à falência, porque ele não era financista, faltava para ele esse tino financeiro. Mark Twain certa vez convenceu seu irmão para também trabalhar como piloto de barcos no Mississipi, mas seu irmão não teve tanta sorte, porque lá um belo dia um barco a vapor explodiu e ele morreu com a explosão. Aconteceu que Mark Twain havia sonhado com uma explosão de barco alguns dias antes e esse acidente lhe despertou o interesse pela parapsicologia. Tão famoso ele ficou que um dia Thomaz Edson o visitou e aproveitou para filmá-lo e parte das filmagens viraram fotos das suas obras, especialmente do livro “The beggar and the Pauper (O príncipe e o Mendigo em Português).

Mas onde está Mark Twain hoje? Assim como muitos outros, ele se foi, passou para a eternidade. Sua oportunidade de conversão, de pedir perdão, de se preparar para a volta de Jesus passou para nunca mais voltar. Se ele soube aproveitar a oportunidade, ele tem chance de estar salvo com todos os redimidos de todas as épocas, mas se ele não fez caso da vida, se preferiu não aceitar o dom da salvação oferecido gratuitamente por Cristo, então seu caso realmente passou para a eternidade sem solução. Este é um pensamento que serve bem a cada um de nós, porque também estamos passando por esta vida e só o fazemos uma vez. Todos têm a mesma oportunidade, todos vivem 24 horas por dia igualmente. Somos salvos pela graça, mediante a fé, mas o juízo vem pelas nossas obras, é bom pensar nisso! A fama ou o ostracismo, nada, ficará fora da perspicácia escrutinadora dos olhos de Deus no juízo. Os que tiverem feito o bem entrarão para a vida e os que tiverem feito o mal serão deixados para trás. Simples assim!

Os comentários estão encerrados.