Meditação diária de 08/01/2019 por Flávio Reti – Profeta Moisés
08/01/2019
Meditação diária de 10/01/2019 por Flávio Reti – Flavio Reti
10/01/2019

Meditação diária de 09/01/2019 por Flávio Reti – Henry Isaac Sobel

09 de janeiro

09João 13:15  “Porque eu vos dei exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também”

Henry Isaac Sobel

Em 09 de janeiro de 1944 nascia em Lisboa, Portugal, Henry Isaac Sobel, alguém que anos depois viria a ser conhecido no mundo como o rabino Sobel. Ainda na sua primeira infância, sua família se mudou para Nova York onde o menino Henry fez seus estudos, formando-se rabino em 1970. No mesmo ano Sobel aceita o chamado para ser rabino no Brasil onde foi um corajoso defensor dos direitos humanos numa época em que o Brasil vivia sob efeitos da ditadura militar. Ele se destacou como líder da congregação israelita paulista e foi um notável porta-voz da comunidade judaica no Brasil. Sobel atuou como rabino por mais de 40 anos e sempre se apresentava com um forte sotaque americano, mas falava bem o Português e embora tivesse morado no Brasil durante 30 anos ele sempre era motivo de brincadeiras e paródias dos humoristas de plantão. Não se sabe a razão, mas Sobel foi detido na cidade de Palm Beach, nos Estados Unidos, acusado de furtar gravatas de uma loja da rede Louis Vuitton. Ele foi preso em 23 de março de 2007 e, após passar uma noite sob custódia, pagou fiança de 3.680 dólares e foi liberado. De acordo com o boletim de ocorrência, Sobel foi flagrado por câmeras de segurança da loja cometendo o crime. Em seu carro, a polícia encontrou outras quatro gravatas, das marcas Louis Vuitton, Giorgio’s, Gucci e Giorgio Armani. As cinco gravatas juntas tinham o valor estimado de 680 dólares. Henri Sobel sempre negou que praticou o furto intencionalmente e apelou ao seu público para que não desqualificassem por isso suas qualidades morais. De volta ao Brasil, Sobel ficou internado no Hospital Albert Einstein se tratando de transtorno de humor e em uma entrevista na sala de imprensa do próprio hospital ele pediu desculpas a todos que direta e indiretamente foram afetados pelo seu ato, mas admitiu o roubo e disse que fazia uso de medicamentos psiquiátricos por sua própria conta. Daí para frente ele foi se desligando das suas funções no rabinato e hoje poucos se lembram dele à frente da comunidade israelita do Brasil.  Henry Sobel lançou um livro, prefaciado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, com sua autobiografia com o título “Um Homem, Um Rabino”, e nesse livro ele conta passagens de sua vida mas não deixou de citar o furto das gravatas.

Aí está, como um pequeno deslize pode comprometer grandes personalidades. Aí está um motivo forte para todos nós nos precavermos de cair nas ciladas de satanás. Deus espera de todos nós um caráter ilibado, pronto para grandes realizações. Quando escrevia esse devocional, eu parei para refrescar a memória e fui para o fundo de casa tentar consertar um aparelho eletrônico. Ao abri-lo e procurando o defeito, encontrei um resistor queimado a causa do aparelho estar mudo. Troquei e ele voltou a funcionar normalmente. Mas a lição que eu destaco é que um resistor eletrônico não custa 0,50 centavos de um real, só isso, mas por pequeno e insignificante que seja conseguiu emudecer o aparelho. Assim são os pequenos atos defeituosos de nossa vida, eles podem não significar muito, mas podem paralisar nosso curso de vida. Cuidado com as pequenas coisas, elas podem nos tirar do céu!

Os comentários estão encerrados.