Meditação diária de 07/06/2020 por Flávio Reti – Geladeira
07/06/2020
Meditação diária de 09/06/2020 por Flávio Reti – GPS
09/06/2020

Meditação diária de 08/06/2020 por Flávio Reti – Gerador de Eletricidade

08 de junho

Salmos 23:6  “Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida e habitarei na casa do Senhor por longos dias”

Gerador de Eletricidade

O campo da eletricidade é muito amplo e muito complexo. Existem leis físicas rígidas que devem ser seguidas para o uso da eletricidade que o homem aprendeu a usar e até hoje ainda não sabe dizer com certeza o que é a eletricidade. Vemos os seus efeitos, mas não sabemos o que ela é. Pesquisar nesse campo é uma descoberta atrás da outra e uma curiosidade seguindo a outra. Por exemplo, uma das leis diz o seguinte: Quando uma corrente percorre por uma bobina, ela gera um campo magnético. Isto quer dizer que aquela bobina se transforma em um imã quando é percorrida pela corrente elétrica e esse é o princípio no qual se baseiam os fabricantes de motores elétricos, porque se você abrir um motor dentro dele só vai encontrar algumas bobinas que geram um campo magnético e atraem um rotor que vai girar conforme a corrente, o número de bobinas, a espessura dos fios da bobina. Por outro lado, outro princípio quase inverso desse é que quando uma bobina corta linhas de força de um campo magnético, ela gera uma corrente elétrica e em cima desse princípio os fabricantes constroem os geradores de energia. Em 1903, Thomas Edison e Nikola Tesla, os pais do uso da eletricidade, tiveram uma grande disputa comercial entre as suas empresas, porque Edson defendia o uso da corrente contínua, menos perigosa, e Tesla defendia o uso da corrente alternada, mais perigosa. Para provar que a eletricidade da energia alternada era mesmo perigosa, Edison cometeu a asneira de eletrocutar uma elefanta em praça pública e ele foi tremendamente criticado por isso e finalmente o uso da energia alternada prevaleceu. Hoje, a energia que nós recebemos em nossas casas é alternada, isto é, ela inverte a polaridade 60 vezes por segundo. No mundo moderno não se aceita a ideia de ficar sem energia elétrica, porque se isso acontecer tudo vai parar, desde trens, metrôs, postos de gasolina, padarias, mercados, fábricas, tudo que usa máquinas e motores, os hospitais entram no caos, a internet se vai, as cidades ficam às escuras, sem água porque os motores não vão bombear água para as cidades, e não precisa falar mais nada, a vida volta ao primitivismo lá dos tempos dos Faraós. Luz, só de lamparinas alimentadas com sebo de animais. Desde os anos de 1800 que o mundo vem se modernizando às custas da eletricidade, desde a época das grandes invenções, é muita coisa no mundo moderno que só funciona com eletricidade. Imagina se Deus fosse um Deus cruel e retirasse sua mão de manter este mundo! Ainda bem que Deus mesmo afirma que ele, o Senhor, não muda (Mal.3:6), e por isso nós não somos consumidos. Graças a Deus porque ele é um Deus coerente e entende nossa incapacidade até para sobreviver.

Os comentários estão encerrados.