EJC – Festa da nações
06/11/2017
Meditação diária de 08/11/2017 por Flávio Reti
08/11/2017

Meditação diária de 07/11/2017 por Flávio Reti

07 de novembro
Dia da ação católica

I Samuel 2:3   “Não faleis mais palavras tão altivas, nem saia da vossa boca a arrogância, porque o Senhor é o Deus da sabedoria e por ele são pesadas as ações”

O que pouca gente sabe é que a palavra católico significa universal. Todos nós, evangélicos, queremos ser católicos também, pensando assim, mas queremos ser católicos apostólicos cristãos.

Chamou-se de ação católica um conjunto de movimentos criados pela igreja no século XX com vistas à ampliação de sua influência no mundo, procurando incluir a todos os fiéis, desde crianças e todo leigo num esforço doutrinal social a fim de fortalecer a fé religiosa. Vendo que a igreja vem perdendo fieis para o protestantismo a cada ano, o papa resolveu lançar essa ofensiva para recuperar terreno perdido para os evangélicos. Nós também, como igreja, temos nossas ações, também temos nossas ofensivas, com a finalidade de fazer crescer nossa igreja, nós também queremos envolver a todos no movimento de pregação. Afinal, o tempo está passando celeremente, Jesus se aproxima e o mundo ainda não foi totalmente evangelizado. Precisamos igualmente de ação.

Eu sei que isso aqui não é um compêndio de física, mas sir Isac Newton determinou, após realizar estudos sobre movimentos e suas causas, que toda ação corresponde a uma reação, de mesmo módulo, mesma direção e de sentidos opostos. Também conhecida como a lei da ação e reação.

Tendo em vista que nada que fazemos é insignificante, mas que tudo tem alguma consequência, toda ação lança seu peso na balança que determina a vitória ou a derrota da vida. Ao serem postos em ação nossos ferventes esforços, o Senhor fará suas bênçãos repousar sobre seus filhos e sobre os que estiverem buscando crescimento na verdade. É a lei da ação e da reação numa roupagem cristã.

O que temos que fazer é pôr em ação todas as nossas forças e esperar a reação de Deus pelos nossos esforços. As oportunidades estão ao alcance de todos. O que nos falta é assumir nossa posição de trabalho porque afinal, somos considerados responsáveis pela obra que deve ser feita em nosso lar e na nossa vizinhança. Não precisa esperar que outros venham fazê-la, porque é nossa obrigação.

No quintal da minha casa havia um rancho onde meu pai guardava suas ferramentas. Um dia, sem estar interessado, eu descobri uma casa de abelhas do tipo jataí num dos esteios do rancho e me veio, de repente, a vontade de cortar o esteio até chegar onde estava o mel. Foi a ação mais infeliz que tomei e a reação mais infeliz ainda quando meu pai chegou e soube da minha ação. Eu fui cortando e não percebi que já havia passado da metade da espessura daquele tronco e, de repente, o rancho desabou. Eu havia cortado um esteio de um dos cantos do rancho. A primeira reação da minha ação foi a queda do rancho e a segunda reação depois da queda do rancho foi de meu pai me surrando. Naquele dia eu aprendi que tudo tem seu preço na vida. Numa outra ocasião eu fui ao dentista e ele começou a tratar meu dente com ferramentas que na minha visão estavam cegas, rombudas e estavam me causando dor. Certo momento eu reclamei da dor e ele me disse em tom de brincadeira: “A dor é o preço da beleza. Você não quer ficar bonito? Então, aguente a dor”! Ação e reação, lei da vida. Se nossas ações forem boas, os resultados serão igualmente bons, mas se forem más, os resultados serão igualmente maus.

Muita gente não tem noção de causa e efeito, de ação e reação. São capazes de muita coisa, mas não têm noção do que, porque desconhecem as leis da vida. E nossas ações explicam quem somos, “porque até a criança se dará a conhecer pelas suas ações” (Jer.26:13). Se formos inteligentes, nossas ações demonstrarão quem somos, e se formos estúpidos, broncos, nossas ações também demostrarão quem somos. Vamos pedir a Deus que nos faça sensíveis para nos conhecermos, para equilibrar nossas ações, e para ter consciência das reações que sobrevirão.

Os comentários estão encerrados.