Meditação diária de 06/09/2020 por Flávio Reti – Projetor de Slides
06/09/2020
Meditação diária de 08/09/2020 por Flávio Reti – Protetor 
08/09/2020

Meditação diária de 07/09/2020 por Flávio Reti – Próteses

07 de setembro

Apocalipse 21:5  “Eis que faço novas todas as coisas…escreve porque essas palavras são fiéis e verdadeiras”

Próteses

A palavra prótese tem sua origem na língua grega onde significava “adição, acessório” e chegou até nós significando aquelas partes do corpo humano acrescentadas com a finalidade de suprir a falta nos indivíduos mutilados, cirurgiados ou nascidos com falta de algum membro. Quando, por razões diversas, a pessoa perde parte do corpo, uma prótese mecânica pode ser uma solução paliativa virando uma substituição tipo “quebra galho”. Muitas vezes a prótese é interna, como nas próteses de cabeça do fêmur, do olho, implantes de dentes, de válvulas do coração e uma série delas. As mais comuns ainda são de membros superiores e inferiores, de dentes, de olho e receitadas por médicos, dentistas e fisioterapeutas. Aproveitando que a medicina chegou a esse nível de poder substituir, muitas pessoas vão ao exagero de acrescentar silicone em vários locais do corpo para acrescentar volume, acrescentar ou mesmo substituir os cílios, as unhas, lentes para mudar a cor dos olhos, peruca para substituir o cabelo e vão inventando próteses das mais bizarras. Uma prótese muito comum é a prótese odontológica para restabelecer uma boa mastigação de quem perdeu os dentes, por doença ou por acidentes, outra também comum é a prótese mamária, a prótese ocular. Em todo tipo de prótese uma coisa deve ser observada: a biocompatibilidade do material usado, ouro, porcelana, titânio e resinas com o corpo humano. Na sombra da palavra prótese vem a palavra órtese que são dispositivos usados na área da saúde a fim de melhorar a capacidade funcional do paciente. Está vindo aí com força total as impressoras chamadas de 3D que podem criar na hora um peça a partir de um desenho de computador e vêm facilitando a aquisição de próteses de baixo custo para a população mais pobre. Muitos filmes e muitas piadas foram criados se valendo do uso de próteses explorando a palavra biônico, Então vem o olho biônico, mãos biônicas, etc. Uma coisa podemos ter certeza, é que no céu não haverá mutilados, nem biônicos de espécie alguma, porque lá haverá de reinar a perfeição exatamente como Deus havia planejado ao criar este mudo e, com a volta de Jesus, tudo vai ser refeito novo. A redenção de Jesus vai muito além da nossa ínfima compreensão. Lá os cegos hão de ver, os coxos hão de andar, os deficientes serão restaurados porque o mesmo poder que criou os mundos estará presente recriando a humanidade, desta vez sem pecado. Penso que a palavra prótese e órtese não vão existir no céu, porque não vamos precisar mais delas.

Os comentários estão encerrados.