Novo formulário online para pedidos de estudos da Bíblia
06/08/2019
Culto de Oração (07/08/2019 às 20h00)
07/08/2019

Meditação diária de 07/08/2019 por Flávio Reti – Timothy John Berners-Lee

07 de agosto

Salmos 8:3, 4  “Quando contemplo os teus céus, obras dos teus dedos, a lua e as estrelas que estabelecestes, que é o homem para que te lembres dele?”

Timothy John Berners-Lee

O que você sabe daquelas três letras WWW que sempre aparecem nos endereços da Internet? Elas são abreviaturas das palavras World Wide Web (Rede Mundial de Computadores) criada por um físico da Inglaterra, que era também cientista da computação. Ele foi o gênio que pensou a internet em março de 1989 e em 1990 dava início à comunicação bem sucedida pela recém criada internet. Até hoje ele é o encarregado de supervisionar a rede e continua pesquisando. Em 2004 Timothy recebeu um prêmio no valor de um milhão de euros e em 2017 ganhou outro prêmio considerado o Nobel da Computação. Ele começou com um programa para partilhar e atualizar os trabalhos entre os pesquisadores. Timothy sempre defendeu que a rede ficasse livre e disponível, neutra, sem restrições e que não deveria monitorar nem controlar as atividades dos usuários, ele sempre defendeu a neutralidade da rede como um direito da humanidade. Não há quem não o considere o maior gênio do mundo atual. Hoje em dia, me parece que não existe uma pessoa neste mundo que nunca ouviu falar em Internet e poucas pessoas há que nunca se beneficiaram da rede de uma maneira ou de outra. Tudo que se faz hoje se faz dentro de um computador através da internet. Compra-se, vende-se, pesquisa, publica, mantem-se nas redes sociais, envia e recebe mensagens, manipula contas bancárias. Qualquer coisa posta na rede em questão de minutos já deu a volta ao mundo algumas vezes e já caiu na tela de metade dos computadores do mundo. E quem teve essa ideia brilhante de algo assim nunca visto e jamais pensado? Ele, Timothy John Berners-Lee, um despretensioso pesquisador da área de física ao ver a necessidade de compartilhar as pesquisas entre seus iguais. Por vezes temos dificuldade em entender como uma tecnologia como a internet tenha causado tanto impacto na nossa atual sociedade, e talvez nem o advento da televisão que foi a maior maravilha na década de 40 chegue por perto. A maneira de relacionamento entre os seres humanos foi transformada por uma reviravolta incalculável depois da sua criação e hoje o mundo é outro e ninguém mais consegue pensar o mundo sem a internet. Curioso que a internet foi criada com a finalidade bem diferente do que ela é hoje, mais ou menos como aconteceu com outras tecnologias. Lembro da II guerra, quando os americanos estavam fundindo os motores dos jeeps no deserto, os alemães estavam tranquilamente andando com carros refrigerados a ar, o famoso fusca.

Minha imaginação nesse momento se volta para a vida no céu, depois da volta de Jesus, quando teremos toda a eternidade para viver, criar, inventar e viajar pelos mundos distantes. O que mais teremos para inventar? Parece que tudo já foi inventado aqui, desde robôs que se comunicam com as pessoas até caminhões sem motorista andando pelas cidades. Mas, eu também quero crer que lá teremos a mente mais aberta para novas tecnologias, que assim como a internet só agora foi criada, lá haverá coisas novas que nunca pensamos e que poderemos criar. Afinal, o conhecimento não tem limites. É por isso e por muito mais que eu almejo o céu, pela vida, pelo prazer de criar, de viajar, de ser completamente feliz, algo que aqui não podemos ser plenamente.  Já ouviu a expressão “o céu é o limite”? Eu penso que no céu hão haverá limites. Um dia vamos estar lá e então vamos conversar melhor.

Os comentários estão encerrados.