Meditação diária de 06/04/2020 por Flávio Reti – Computador pessoal
06/04/2020
Meditação diária de 08/04/2020 por Flávio Reti – Constituição
08/04/2020

Meditação diária de 07/04/2020 por Flávio Reti – Concreto

07 de abril

Salmos 31:3  “Porque Tu és a minha rocha e a minha fortaleza, pelo que, por amor do teu nome, guia-me e encaminha-me”

Concreto

Muitas vezes, na hora do almoço, eu recebia da minha mãe o meu prato com arroz e feijão e imediatamente começava a misturar o arroz e o feijão. Imediatamente minha mãe já perguntava: “Vai fazer concreto”? Nada a ver, mas há uma leve lembrança, porque o concreto é uma mistura de água, cimento e agregados que podem ser areia fina ou grossa, pedra miúda ou graúda, algum aditivo para acelerar a secagem, ou algum impermeabilizante. O cimento é o material que vai ligar entre si os demais elementos e por isso é chamado tecnicamente de aglomerante. Analisando a história, encontramos o registro de que os romanos foram os primeiros a usar uma mistura para assentar tijolos, mas o cimento mesmo só veio à existência no século XIX. Duas qualidades definem o concreto feito com cimento: compressão e tração. Ele suporta muito bem a compressão, mas sua tração é de apenas 10% da compressão e por isso é que se colocam ferragem de aço carbono dentro das vigas, para aumentar a força de tração. Dependendo do que se quer fazer com o cimento, ele entra na composição da massa em proporções diferentes. Sabe-se que só a China gastou em 2018 mais cimento fazendo concreto para suas construções do que os Estados Unidos em 100 anos, tal é o ritmo de crescimento na China. Concreto não se faz simplesmente misturando água, areia e cimento, há outros elementos que podem fazer parte do concreto, como cal, calcário, gesso, aço na forma de barras e eventualmente secante ou impermeabilizante. Por ser o concreto o material mais usado na construção civil, ele é estudado um ano inteiro nas escolas de engenharia civil e de arquitetura e hoje nada se faz sem uma estrutura de concreto aparente ou embutido. E para enfrentar a demanda por concreto muitas empresas se especializaram em vender o concreto já pronto e entregue na obra com caminhões betoneiras e bombas para empurrar o concreto a vários andares de altura nas construções de prédios dentro das cidades. Para produzir concreto de qualidade é preciso técnica e conhecimento, por exemplo, o excesso de água vai deixar poros depois da secagem e prejudicará a impermeabilidade facilitando as fissuras na obra. Mas a dureza do concreto bem feito causa admiração porque no final ele se comporta com a dureza de uma pedra. E esta é a característica que nos leva a pensar na firmeza de um cristão. Grande força de compressão, nada o muda de ideia, pouca força de tração, não pode ser influenciado pelos amigos, e quando bem estruturado ele pode ser tão firme quanto uma rocha. Podemos ter essa qualidade, basta misturar na vida os ingredientes certos na devida proporção: Fé, confiança e oração.

Os comentários estão encerrados.