Meditação diária de 05/01/2020 por Flávio Reti – Airfryer
05/01/2020
Meditação diária de 07/01/2020 por Flávio Reti – O álcool
07/01/2020

Meditação diária de 06/01/2020 por Flávio Reti – A alavanca

06 de janeiro

Mateus 24:14  “E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim”

A alavanca

Eu ainda me lembro de que na minha vila onde nasci, Guaianás, município de Pederneiras no Estado de São Paulo, havia um grande embarcadouro de gado ao lado da linha férrea. Uma enorme locomotiva encostava os vagões boiadeiros e os deixava ali até que a boiada estivesse embarcada para ser retirada e levada ao destino. Muitas vezes o trem de vagões não estava exatamente no lugar que coincidia a abertura da gaiola com a porta do corredor por onde viriam os bois e os funcionários se utilizavam de uma enorme alavanca, de uns 5 centímetros de espessura para mover o trem inteiro até o ponto exato do embarque. Isso me chamava a atenção porque um único homem, munido de uma única alavanca, conseguia mover o trem às vezes de 20 gaiolas boiadeiras. Não se tem um inventor da alavanca e nem quando ela foi inventada, mas se sabe que não é de agora, ela vem com a humanidade desde os tempos imemoráveis na história, mas ainda hoje é objeto de estudo da física. Isso porque ela multiplica a força aplicada em outro objeto (a resistência) com uma enorme vantagem e entra no cálculo dos movimentos, de força. Segundo as leis de Newton, a alavanca é um das máquinas simples. Uma balança de dois pratos é uma alavanca. O princípio das alavancas foi descrito por Arquimedes, no século III antes de Cristo, embora ela já existisse há tempos. Foi ele mesmo quem disse: “Dá-me uma alavanca e um ponto de apoio no espaço e eu moverei o mundo”.

Mover o mundo, lógico que é uma força de expressão, porque o mundo só se move segundo as leis da gravitação universal estabelecidas por Deus desde que o mundo foi criado. Mas podemos entender “mover o mundo” de outra maneira. Nosso mundo está se declinando numa direção moral vergonhosa e a humanidade desesperada porque não sabe aonde tudo isso vai parar. O evangelho de Jesus tem esse objetivo, mover o mundo para os trilhos corretos, colocá-lo na direção do céu, mas não está sendo fácil para os poucos cristãos que nele habitam. Nem mesmo a maior alavanca que você puder imaginar poderá fazer isso. Somente o mesmo Deus que tudo criou tem o poder de alavancar este mundo, enquanto nós somos os espectadores desses últimos acontecimentos. Há tempo que nosso mundo deixou de ser um lugar seguro para se viver, Cristo precisa voltar logo para corrigir o curso da vida e tirar seus filhos daqui. Isso será realidade na breve volta de Jesus, pode aguardar! O tempo passa celeremente e a humanidade não suporta mais tanta dificuldade para se viver, mormente a vida cristã. Por isso os corações dos cristãos anelam pelo dia da volta de Jesus.

Os comentários estão encerrados.