A pandemia do novo coronavírus seria uma das sete últimas pragas do Apocalipse?
04/05/2020
Meditação diária de 06/05/2020 por Flávio Reti – Escova de Dente
06/05/2020

Meditação diária de 05/05/2020 por Flávio Reti – Escorredor de arroz

05 de maio

Provérbios 19:14  “Casa e riquezas são herdadas dos pais, mas a mulher prudente vem do Senhor”

Escorredor de arroz

Estamos chamando de escorredor de arroz, mas não é bem verdade, porque a peça deixa escorrer mesmo a água onde se lavou o arroz. Se você puder pensar no trabalho que as cozinheiras têm para lavar o arroz, deixar escoar a água e reter somente os grãos cerceando entre os dedos para que o arroz mesmo não vá para o ralo, você vai dar valor ao escorredor de arroz. Se você é cozinheiro ou cozinheira, ou que gosta de cozinhar, alguma vez se lembra de ter entupido o ralo da pia porque o arroz escapou entre os dedos e foi para o ralo? Agora, se você faz uso de um escorredor de arroz e nunca entupiu a pia, agradeça a uma brasileira que inventou a bendita vasilha própria para lavar arroz. O nome dela, Therezinha Beatriz Alves de Andrade Zorowich, nascida em Batatais, no interior de São Paulo e saiba que ela não era cozinheira de profissão, mas dentista. Foi em 1959 que ela martelando a ideia, e instigando seu marido, inventaram um protótipo feito com papel alumínio, meio precário ainda, mas uma empresa de nome Trol S/A acreditou na ideia e comprou dela a licença para usar a patente pagando direitos até o ano que expirou a patente, quinze anos depois, quando caiu no domínio público. Mas antes disso a Trol vendeu milhares de escorredores de arroz e ganhou muito dinheiro. Há um ditado popular que diz que “depois da onça morta todo mundo é caçador” e foi exatamente isso que aconteceu, porque hoje você encontra infinidades de escorredores de arroz feitos de plástico, de alumínio, de aço inoxidável, além de modelos bem parecidos uns dos outros, copiando praticamente a ideia original. Depois dessa aventura, Beatriz criou cinco filhos (quatro médicos e um advogado) e trabalhou para o governo do Estado de São Paulo como dentista assistente da rede escolar, uma entre 2.000, e teve a oportunidade de fundar o IDEMEDS (Instituto Brasileiro de Defesa dos Médicos, Dentistas e Sociedade) e do qual se tornou a presidente. Então, você pode perceber na senhora Beatriz uma mulher dinâmica, criativa, empreendedora em tarefas simples como dona de casa e em tarefas mais exigentes como presidente de uma sociedade. É o que a bíblia chamaria de “mulher virtuosa” (Prov.3:10). A bíblia elogia a mulher sábia enquanto deprecia a mulher tola ao dizer que a “mulher sábia edifica a sua casa” (Prov.14:1), e “a mulher tola é alvoroçadora” (Prov.9:13). Se você é homem, admire essa mulher e se você é mulher, sinta-se orgulhosa, porque Deus a fez mulher.

Os comentários estão encerrados.