Comentários da Lição – 2o. Trim/2019
02/04/2019
Musical de Páscoa 2019
03/04/2019

Meditação diária de 03/04/2019 por Flávio Reti – Martin Cooper

03 d abril

I Samuel 3:9  “…fala Senhor, porque o teu servo ouve…”

Martin Cooper

Já faz 45 anos desde que Martin Cooper fez sua primeira ligação telefônica com um telefone celular no meio da rua em Nova York. Era 3 de abril de 1973 e estava gestando a telefonia celular que em breve alcançaria o mundo inteiro, uma estupenda tecnologia. Se isso fosse pouco, hoje o celular é um poderoso computador na palma da mão. Ele, Martim Cooper, era um simples engenheiro eletrotécnico e também desenhista americano e que veio a ser considerado o pai da telefonia celular, em alguns países chamada de telemóvil.  Cooper foi diretor de pesquisas na empresa Motorola. O aparelho com o qual Cooper fez a ligação do meio da rua pesava 997 gramas, faltando só 3 gramas para 1.000 gramas, um quilo, imaginem, e a bateria suportava apenas 20 minutos de conversa! Segundo Cooper, era o suficiente porque o peso dele não permitia que o chamador o segurasse muito tempo sem baixar o braço, afinal um quilo depois de 15 minutos parece pesar vinte quilos. Que tal se o mundo atualmente ainda não conhecesse a tecnologia do celular? O próprio inventor já era adulto e de alguma idade quando o descobriu, logo, ele viveu boa parte de sua vida sem ele. Seu primeiro aparelho pesava quase um quilo, tinha 25 centímetros de comprimento e 7 centímetros de largura com uma antena de um metro quando totalmente estirada. Era o modelo Motorola Dynatec 8000X e a primeira ligação Martin Cooper dirigiu ao seu concorrente, outro engenheiro da empresa AT&T.  Apenas 6 anos depois desse incidente da primeira ligação, o telefone celular já estava circulando pelas ruas de Tóquio e da Suécia e, nos Estados Unidos, o berço da telefonia celular, só depois de 10 anos ele circulou livremente. Desde que foi inventado, os celulares já passaram por seis gerações. Inicialmente eram analógicos, hoje são digitais. Antes usavam uma tecnologia chamada de CDMA, depois TDMA, mas ainda não tinham um chip interno. Só depois da tecnologia chamada GSM é que foram introduzidos os chips. Falava-se em 1G, depois 2G, e 3G, hoje já se fala em 4G, ou quarta geração. A maioria da população nem imagina o que significa isso tudo, só sabe que é um celular e que serve para fazer ligação, mas um celular hoje é muito mais, mais do que um computador da década de 2.000. O futuro ainda nos reserva muita surpresa.

Mas o que é essa engenhoca chamada celular para falar livremente com qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo quando nós temos acesso direto ao próprio Deus através da oração? A oração é um método eficaz, eficiente e é de graça, não é pré-paga nem pós-paga, todos podem se utilizar livremente. Não existe impedimento de área, não existe canal ocupado, está sempre livre, nunca está fora do ar, não existe cobrança extra por roaming (roaming é estar fora de área), é uma maravilha. Experimente falar hoje mesmo com Deus e você vai perceber que não existem “estações rádio-bases” (estações rádio-bases são as antenas que vemos espalhadas pela cidade e algumas vezes até em cima de prédios) de permeio, a ligação é direta de ponto a ponto. E no Center Call de Deus a chamada nunca é retida ou suspensa por algum impedimento da linha. Experimente orar a Deus hoje!

Os comentários estão encerrados.