Meditação diária de 02/03/2020 por Flávio Reti – Câmbio automático
02/03/2020
Meditação diária de 04/03/2020 por Flávio Reti – Canalização
04/03/2020

Meditação diária de 03/03/2020 por Flávio Reti – Câmera digital

03 de março

Daniel 7:10  “Assentou-se para o juízo e os livros foram abertos”

Câmera digital

Quando falamos em câmera digital, a primeira coisa que nos vem à cabeça é aquilo que conhecíamos por máquina fotográfica, e em parte está correto. Acontece que uma câmera pode ser para fotos e para imagens e embora sejam ambas digitais atualmente, as duas são bem diferentes entre si. Hoje, a maior parte das câmeras vendidas no mercado são digitais, nem se fala mais da outra, e elas já estão incorporadas em diversos outros aparelhos como carros, nos radares na beira da rua e das estradas, nos sistemas de segurança. Uma câmera, que era algo tão difícil e caro, se tornou tão comum que a gente as vê nos portões das casas, nos postes da rua, acopladas aos relógios e até nas caneta dos espiões. Salas de consultório médico e dentário, salas de delegacias, quiches de rodoviárias sempre tem alguma câmera disfarçada, camuflada e escondida, às vezes dentro do próprio interruptor da luz, ou no alto, dentro da lâmpada mesmo. Hoje quando a pessoa sai para comprar um celular, a primeira coisa que ele olha é a resolução da câmera medida em megapixels. Você sabe o que é mega? Mega é o mesmo que milhão e pixel é um ponto formado pelo cruzamento de linhas verticais e horizontais. Então, uma câmera com 8 megapixels quer dizer que sua resolução é de 8 milhões de pixels por polegada quadrada. A câmera digital foi inventada pela Kodak, a mesma que lá atrás inventou o filme fotográfico e a transferência da foto do filme para o papel usando banhos químicos. As câmeras analógicas de fotografias e de vídeo, as antigas películas cinematográficas, se diferenciam das digitais porque estas não usam filme fotográfico, mas capturam e salvam as imagens e os movimentos em memórias internas ou em cartões de memória e com a vantagem de poder estabelecer conexões sem fio com outros aparelhos usando Wi-fi, Bluetooth para enviar e para compartilhar fotos e vídeos. Falando em câmeras a gente inclui câmera fotográfica e câmera filmadora que usam a mesma tecnologia. Tudo isso foi artifício que o homem inventou para perenizar uma imagem, um movimento que uma vez gravado passa a ser virtual, não real. É aquela petulância e ousadia de capturar uma imagem como se ela fosse alguma coisa concreta que eu posso pegar e prender para olhar na cara dela depois. Nossa bíblia costuma dizer que no céu há livros de registro das boas obras, das más obras, de memória os quais eu não creio que sejam livros físicos, mas quero entender que Deus também dispõe de meio de perenizar tudo que se passa nesta terra, aliás, o juízo divino deverá ser o mais justo possível com o qual ele vai julgar o mundo. O que será que está gravado lá no céu no cartão de memória que a mim se refere e que Deus vai usar contra mim, ou a meu favor, no dia do juízo? Se os homens conseguem profundas tecnologias, Deus muito mais e com mais precisão.

Os comentários estão encerrados.