Culto de Oração
02/02/2021
Meditação diária de 04/02/2021 por Flávio Reti – Onde foi que o Judas perdeu a bota?
04/02/2021

Meditação diária de 03/02/2021 por Flávio Reti – Onde achar a verdadeira felicidade?

03 de fevereiro

Salmos 119:1  “Bem aventurados os que trilham com integridade o seu caminho, os que andam na lei do Senhor”

Onde achar a verdadeira felicidade?

Alguém disse que “a felicidade sempre está onde nós a colocamos, mas sempre a colocamos onde nós não estamos”, daí fica mesmo difícil encontrá-la.  O líder budista, Dalai Lama, disse que também acredita que o objetivo da nossa vida é a busca da felicidade e na visão dele é possível encontrá-la adestrando e disciplinando a nossa mente e o nosso coração, mas ele acrescenta que é necessário crer em Deus. Mas Jesus, quem mais tinha fé em Deus, acostumado a influenciar milhares de pessoas com seus discursos, suas máximas, e também interessado na felicidade humana, iniciou um de seus discursos com a palavra “Bem aventurado” ou o mesmo que “Feliz”. E naquele dia específico, no sermão do monte, ou o sermão das bem aventuranças, ele proferiu várias vezes a palavra Feliz e asseverou o porquê. Felizes os humildes de espírito, felizes os que choram, felizes os que têm fome e sede de justiça, felizes são os misericordiosos, felizes os limpos de coração, felizes os pacificadores, são felizes até os que são perseguidos em nome dele. Para todas as situações ele acrescentou uma consequência boa tipo “porque deles é o reino dos céus, porque serão consolados, serão fartos, alcançarão misericórdia, verão a Deus, serão chamados filhos de Deus, serão possuidores do reino dos céus, terão grande galardão no céu” (Mat.5:3-12). Com toda certeza, Jesus sabia que a felicidade está na forma como nos relacionamos com as pessoas, porque não adianta eu querer ser feliz no meio só de gente infeliz. O caminho será procurar fazer os outros felizes para que eu também esteja feliz. Só poderemos ser felizes quando amamos os outros para também ser amados. Assim pensando, a minha felicidade está no outro e não em mim. Quando o outro é feliz por minha causa, daí eu sou feliz. Felicidade é um caminho de mão dupla, não só vai, mas vem também. Não existe fórmula nem mágica para ser feliz enquanto não houver envolvimento da nossa parte. Se você puder, tente ouvir a música do Padre Zezinho sobre esse assunto, vale a pena ouvir (https://www.youtube.com/watch?v=rnjdmhUjkSo). Muitos já escreveram sobre a felicidade, mas até hoje ninguém se atinou que “é “dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado” e, pela lógica, é fazendo o outro feliz que nós seremos felizes.

Os comentários estão encerrados.