Meditação diária de 31/03/2021 por Flávio Reti – Como devo responder uma saudação?
31/03/2021
Nota de Falecimento
01/04/2021

Meditação diária de 01/04/2021 por Flávio Reti – Quando será o dia da verdade?

01 de abril

Colossenses 3:9  “Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do homem velho com os seus feitos”

Quando será o dia da verdade?

Boa parte do mundo comemora hoje o dia da mentira, mas não se tem notícia de um dia da verdade. Comemoramos o dia da mentira e não temos o que comemorar pela verdade, se ao menos a verdade prevalecesse sobre a mentira já podíamos comemorar. E por incrível que pareça, a mentira tem muito mais força, mais influência do que a verdade. A mentira é tão atrevida que basta ser dita várias vezes que ela já passa a ser considerada verdade. Os pais e mães se esforçam para ensinar às crianças que a “mentira tem pernas curtas” e que uma hora a verdade vem à tona, mas quando chega o dia 1º de abril todos querem brincar com a mentira e mentem mesmo. Nesse dia, todos precisam prestar atenção no que veem, no que ouvem, porque disfarçadamente, embutida aqui e ali está uma mentira. Até os jornais de grande credibilidade costumam publicar mentiras para burlar com seus leitores. Se você é um tipo brincalhão que gosta de fazer piadas, fique esperto porque é bem provável que nesse dia vão tentar passá-lo pra trás. No escritório alguém deixa um recado absurdo na secretária eletrônica, lá em casa o pai arma alguma coisa para a mãe, os filhos querem pregar peça no pai, algumas pessoas brincam diferente, mas sempre fazendo alguma malandragem nesse dia. Colocam na cadeira do colega aquela almofada que ao sentar imita um pum, colocam no suco do colega aquele bloco de acrílico imitando gelo com uma mosca dentro, oferecem uma bala colorida que deixa azul a boca do colega, oferecem uma caneta que lambuza a mão com tinta e outra tantas malandragens. A história tem uma explicação para o dia da mentira: Dizem que a data aconteceu lá no século XVI, na França, porque lá o ano novo era comemorado do dia 25 de março até o dia 1º de abril, mas o rei Carlos IX resolveu que a França passaria a comemorar apenas no dia 1º de abril para que o país se ajustasse à adoção do calendário Gregoriano, sugerido pela Igreja Católica, que até então usava o calendário Juliano. Muitas pessoas simples tiveram dificuldade para se ajustarem ao novo calendário e outras ainda foram contra a mudança e tais pessoas passaram a ser de várias formas ridicularizadas e chamadas de bobos de abril, ou tolos de abril. Recebiam convites para festas que não existiam, recebiam cartões com motivos ridículos e a “brincadeira” de mau gosto se alastrou pelo mundo. Mas não se esqueça, o diabo é o pai da mentira (João 8:44).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *