Meditação diária 19/05 – Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?
19/05/2021
Vida por Vidas
20/05/2021

Meditação diária 20/05 – Quem pode consertar um coração partido?

Mateus 11:28  “Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei”

Meu pai era caçador e lá um dia eu com apenas 14 anos resolvi que iria caçar também. Procurei a traia de caça do meu pai e descobri que no momento ele não tinha nem um cartucho carregado, estavam todos vazios. Como eu sempre via meu pai carregando os cartuchos e ele tinha umas maquininhas próprias para isso, eu me meti a carregar alguns para ir caçar. E assim fiz, peguei a espingarda dele, uma cartucheira de cano duplo, calibre 20 e fui para o meio do mato. Um cartucho normalmente carregado nesse tipo de arma é um tiro violento, mas imagine o tiro do cartucho que eu mesmo carreguei. No primeiro tiro que eu dei já vi o cano direito da espingarda rachado, eu havia rachado o cano da espingarda relíquia do meu pai. Bem, da consequência eu não vou contar agora, mas você já deve desconfiar, foi o que sempre acontecia, porque ele era muito bravo, que alemãozinho duro. Meu pai tinha um amigo em São Paulo que sempre vinha até onde nós morávamos para caçar com ele e se encarregou de levar a espingarda do meu pai para consertar em São Paulo. Depois de uns três meses meu pai recebeu a espingarda novinha como se nada tivesse acontecido. Não sei se consertaram ou se trocaram o cano, mas voltou a ser o que era. Estou contando essa história para mostrar que os homens arrumam meios de consertar de tudo. Com cola, com pregos, com parafusos, com solda, com cordões de amarrar ele vai reconstruindo os objetos à sua volta e consertando tudo. Mas quanto à pergunta inicial, quem pode consertar um coração partido, me parece que cordão, prego, cola, parafuso, solda nada disso resolve, então, como consertar um coração partido? Quero afirmar que coração partido também tem conserto, mas não em oficinas da terra, porque as coisas do coração se consertam com otimismo, com perdão, com esquecimento, com a volta da alegria, com esperança. E quem nunca teve o coração partido uma vez ou outra? A vida é muito ingrata e às vezes nos prega peças que ferem, que amarrotam, que esmiúçam não só o coração, mas toda a nossa existência. Nosso coração não se parte apenas com problemas de amor entre os pares, mas se parte com a difamação, com a inveja, com desaforos, com vinganças, com perdas e com muitos tipos de dissabores. Devo dizer que tudo tem conserto e o perdão é o remédio mais eficiente entre os demais. Algumas gotas de perdão e tudo se resolve. Se você também tem o coração partido, tente essa receita e verá o resultado.

Flávio Reti

Os comentários estão encerrados.