RESUMO LIÇÃO 7 – ALIANÇA NO SINAI
14/05/2021
Culto de Adoração
15/05/2021

Meditação diária 15/05 – Quem comigo não ajunta, espalha?

Mateus 6:19  “Não ajunteis para vós tesouros na terra onde a traça e a ferrugem consomem e onde os ladrões minam e roubam”

Essa frase é inicialmente uma afirmação feita por Jesus (Lucas 11:23), mas eu a coloquei em forma de pergunta a fim de polemizar um pouco, propositalmente. É óbvio que espalha! Em qualquer empreendimento onde haja mais de uma pessoa fazendo a obra, qualquer que seja, deve haver união de propósitos, de interesses, de objetivos ou cada um vai puxar para um lado e não vão chegar ao alvo. Eu me lembro de ter visto uma ilustração de dois burrinhos atrelados entre si aos quais foram oferecidos dois feixes de capim. Como a corda era curta e cada um puxava para o seu lado, nem um nem outro conseguia chegar ao feixe de capim. Depois de um tempo eles se entreolharam, entraram em um acordo e decidiram: Vamos comer esse primeiro feixe juntos e depois vamos juntos ao outro feixe e assim os dois comeram os dois feixes de capim. Estava ali uma lição de que sem acordo não se chega a lugar algum. Jesus tinha uma missão e contava com a ajuda dos discípulos e de muitas outras pessoas para levar avante as boas novas do evangelho. Ele precisava de gente afinada com ele em seus propósitos, mas sabia que muito mais inimigos surgiriam ao longo de sua missão que durou três anos e meio e que dificultariam a pregação da mensagem. Então, ao dizer que quem com ele não ajuntava, mas espalhava, ele demonstrava consciência da situação, ele sabia das dificuldades que fatalmente iriam aparecer para atrapalhar a obra. Até dentro de casa, pode reparar, marido, mulher e filhos devem estar afinados com os rudimentos do lar, com os interesses da família, que é, guardando as devidas proporções, uma pequena sociedade onde todos devem trabalhar para o bem comum. Na igreja ocorre a mesma coisa, porque os membros devem zelar pelos bens físicos e culturais da igreja. O prédio deve ser preservado, o conceito perante a sociedade deve ser rigorosamente cuidado, a vida dos membros deve ser mantida em alta preocupação para que o status não caia e caia com ele a moral da igreja. Todos devem trabalhar juntos para não espalhar boatos, preconceitos, má fama de maneira que a pregação seja prejudicada. Realmente, quem comigo não ajunta, espalha. Jesus estava coberto de razões e tinha grande compreensão da situação, ele enxergava além das circunstâncias. E é exatamente isso que todos precisam, alargar a nossa visão de mundo, lançar um olhar mais além e ver lá frente os resultados da nossa vida e concluir se ajuntamos ou se espalhamos para tomarmos decisões acertadas.

Flávio Reti

Os comentários estão encerrados.