Comentários da Lição 4 (4º Tri/2015) por Moisés
23/10/2015
Comentários da Lição 5 (4º Tri/2015) por Moisés
04/11/2015

Meditação de Pôr do Sol de 30/10/2015 por Vinícius Miranda

SÁBADO, UM DIA ABENÇOADO.

“Então você terá no Senhor a sua alegria, e eu farei com que você cavalgue nos altos da terra e se banqueteie com a herança de Jacó, seu pai…” Isaías 58:14.

Minha primeira experiência profissional foi a de servir ao exército no 20o Batalhão de Infantaria Blindada de Curitiba – PR. Cheguei até a cogitar a possibilidade de seguir carreira militar, mas fui muito perseguido no quartel por causa da guardo do sábado, o que me desmotivou e me levou a decidir pelo desligamento do quartel.

Como não tinha experiências profissionais, demorou um bom tempo para conseguir me encaixar novamente no mercado de trabalho. Depois de muita procura e oração, consegui um emprego em um escritório de contabilidade. Comecei minha carreira profissional sendo office boy. Eu andava pelas ruas de Curitiba entregando documentos, pagando contas, enfim, resolvendo coisas do interesse do escritório.

Mas os meses foram passando e eu não aguentava mais fazer esse tipo de trabalho. Queria ser promovido e receber um aumento. Pensando nisso comecei a dar o meu melhor dentro do escritório quando chegava do meu serviço externo. Meus chefes perceberam isso e começaram a me dar algumas oportunidades. Foi nesse período, que fui convidado a ajudar o setor fiscal, onde fazíamos os impostos de várias empresas – uma grande responsabilidade.

Acontece que a responsável pelo setor fiscal tinha conseguido outro emprego, então eles precisa- vam de alguém para essa vaga e era lógico que eu estava de olho. Mas algo aconteceu junto com isso. O escritório queria mudar o programa (software) em que eram feitos os lançamentos contábeis e, por isso, iriam realizar um treinamento que eu fui convidado em participar. Ótima notícia, mas só tinha um proble- ma: esse treinamento seria realizado no sábado. Fui conversar pessoalmente com meu patrão para explicar que não poderia ir se o treinamento realmente acontecesse no sábado. Comecei a explicar da melhor forma as razões porque eu guardava o sábado, mas mesmo assim ele ficou revoltado com a minha atitude. Disse que eu tinha perdido a oportunidade de ser promovido, que eu não faria mais parte da equipe e que poderia procurar outro emprego. Lembro que isso aconteceu pouco tempo antes da hora do almoço.

Sai para almoçar muito chateado, orando a Deus, abrindo o meu coração a Ele. Depois de almoçar, voltei ao escritório desconsolado e quando abri a porta, tocou o telefone. Eu tinha sido o primeiro a chegar e, por isso, fui atender rapidamente. No outro lado da linha era um dos gerentes da empresa do novo programa me avisando que tinha acontecido algo inexplicável na hora do almoço que os tinha feito muda- rem todas as programações de treinamentos e que o nosso aconteceria na sexta-feira. Como se já não bastasse essa noticia, ele finalizou a ligação dizendo: “porque o sábado é um dia pra gente descansar!”.

Nunca vou me esquecer daquele dia. Deus respondeu minhas orações! Resumo da história: fiz o treinamento, fui promovido e sai da empresa só depois de quadruplicar o meu salário. Deus tem uma bênção toda especial para aqueles que realmente são fiéis na guarda do sábado. Eu experimentei isso, experimente você também!

Vinicius A. Miranda
Conheceu a Igreja do IASP em 2008, quando nem pensava em ser pastor. Achou o campus muito bonito e nunca imaginaria que esse seria o meu primeiro desafio ministerial. Chegou à igreja em 2014 e hoje o seu maior sonho é ajudar a juventude a buscar maturidade em Cristo Jesus. Acredita que isso acontece quando entendemos o propósito de nossa comunidade: AMAR como Ele amou, SERVIR como Ele serviu e SALVAR mediante a graça dEle!

Os comentários estão encerrados.