Meditação de Pôr do Sol de 08/07/2016 por José Cláudio de Souza
13/07/2016
Comentários da Lição 4 (3º Trim/2016) por Filipe Lima
20/07/2016

Meditação de Pôr do Sol de 15/07/2016 por José Guilherme Wayand

UM MILAGRE CHAMADO GABRIELA

“Rendei graças ao Senhor, porque ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre.” Salmo 136:1

O dia 6 de junho de 2000 começou cheio de expectativa. Depois de nove meses de gestação, finalmente conheceríamos nossa filha mais nova. Tudo transcorria bem: o pré-natal foi perfeito, sem nenhum tipo de problema; a equipe médica era a mesma do nascimento de nossa primeira filha; o hospital era um dos melhores do Rio de Janeiro; nada poderia dar errado. Mal podíamos esperar para conhecer nossa Gabi.

A sala de cirurgia estava arrumada, a equipe estava pronta, minha esposa aguardava preparada e eu estava equipado para filmar aquele momento sublime de nossa vida. Iniciada a cirurgia, minha mulher estava acordada quando o cirurgião obstetra anunciou que a Gabi estava chegando. Eu a vi quando foi retirada; porém, algo estava errado. Minha filha não chorou. Uma movimentação estranha tomou conta da equipe médica e vi quando a Gabi passou por mim com a face arroxeada. Minha esposa logo percebeu o clima tenso e, chorando muito, perguntava o que estava acontecendo.
Foram os três minutos mais angustiantes de nossa vida. Vi a pediatra e a anestesista que estavam acompanhando o parto tentando reanimar nossa filha. Não podíamos acreditar no que estava acontecendo. Depois de três minutos meu bebê emitiu o primeiro som. Era o início de um dos maiores milagres que ocorreria em nossa vida. A face arroxeada começava a ficar corada. Finalmente ela chorou! Mesmo assim, minha filha ficou por três dias na UTI Neonatal.

Mais de quinze anos se passaram e temos uma menina linda, sem nenhum tipo de problema. Ouvimos relatos de especialistas que diziam que ela deveria ter ficado com sequelas pelo tempo que permaneceu sem respirar. O fato de nossa filha ser perfeita é um milagre, e não temos dúvida disso. Deus estava naquela sala de cirurgia, acompanhando o parto da Gabi.

Somos muito gratos pelo amor que o Senhor tem demonstrado por nossa família.

José Guilherme Wayand
Membro da igreja do IASP.

Os comentários estão encerrados.