Comentários da Lição 2 (3ºTri/2015) por Wagner Teoro
10/07/2015
Comentários da Lição 3 (3ºTri/2015) por Wagner Teoro
17/07/2015

Meditação de Pôr do Sol de 10/07/2015 por Sullivan Ostrovsky

UM PLANO MAIOR
por Sullivan Ostrovsky

“Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos e os meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos”. Isaías 55:9

Era o início de 1999. Estava fazendo a faculdade dos meus sonhos, iniciando o quinto semestre do curso de Desenho Industrial na FAAP, em São Paulo. Já havia passado por algumas dificuldades financeiras, mas Deus de forma milagrosa tinha providenciado os recursos necessários para continuar os meus estudos, mostrando de forma concreta seu cuidado e providência. Foi então que surgiu a grande oportunidade de concorrer a uma bolsa de estudos de 45%, algo que ajudaria muito para que eu continuasse meus estudos naquele ano com mais tranquilidade. A vaga era para um estágio de 4 horas como assistente dos coordena- dores dos cursos de Arquitetura, Desenho Industrial e Artes Plásticas. Haviam três vagas disponíveis, cada uma em um período do dia. Dei entrada em toda a documentação, participei do processo seletivo e aguar- dei ansiosamente a data da chamada. Fiquei muito feliz ao ver meu nome entre as três pessoas aprovadas e sabia que Deus estava me guiando e abençoando em todo esse processo.

Agora só faltava a próxima etapa que era escolher o horário do estágio. Já sabia que precisava escolher o turno da tarde, pois eu estudava no horário matutino e a opção de trabalhar durante a noite estava descartada por causa das sextas-feiras. Dessa forma, poderia estudar e trabalhar. Para minha decep- ção, uma das pessoas já havia escolhido o horário da tarde! Nesse momento eu me revoltei com Deus. Sem a bolsa, provavelmente eu teria que, mais uma vez, trancar minha matrícula. Passei uma semana questio- nando esse ‘não’ de Deus. Qual o sentido disso? Não sabia o que fazer. Minha única opção era pegar o estágio no período da manhã e alterar meu horário de estudos para o período noturno. E foi o que fiz, confiante que Deus abriria as portas. Quando recebi a grade escolar, descobri que a matéria de sexta era a mesma de terça. A bênção não parava por aí. Já havia tido aulas com o professor dessa matéria, e já havíamos conversado sobre meus princípios. Deus sabia exatamente o que eu precisava! Consegui a dispen- sa das aulas de sexta-feira à noite e às terças-feiras tinha a oportunidade de recuperar a matéria perdida.

Toda semana terminava meu trabalho às 14h, o que me permitia voltar pra casa antes do por do sol às sextas-feiras, além de manter meus compromissos com os ensaios e viagens do grupo Tom de Vida. E como Deus nunca nos dá uma bênção pela metade, ainda terminei o semestre com nota 9,0 nessa matéria! Essa experiência me ensinou que os caminhos do Senhor serão sempre melhores que os meus. Sempre!

Sullivan Ostrovsky

Frequenta a igreja do Iasp desde 1985. Foi batizada no IASP pelo pastor Bullón aos 12 anos, cantou sempre nos corais da igreja, no Tom de Vida e foi desbravadora.

Os comentários estão encerrados.