Comentários da Lição 1 (3º Trim/2016) por Filipe Lima
30/06/2016
Comentários da Lição 2 (3º Trim/2016) por Filipe Lima
05/07/2016

Meditação de Pôr do Sol de 01/07/2016 por Holanda Bueno Preuss


MEU ANJO

Eis que eu envio um anjo diante de ti, para que te guarde pelo caminho, e te leve ao lugar que te tenho preparado. Êxodo 23:20

Alguns anos atrás eu estava fazendo um tratamento no Hospital dos Servidores Públicos de São Paulo quando marquei uma consulta com o oftalmologista. No dia anterior ao serviço, ouvi no noticiário que os metroviários entrariam em greve. Isso me fez pensar: “Vou perder a consulta, pois só sei ir até lá utilizando metrô.”

Ao saber de minha situação, um conhecido da família se ofereceu para ajudar, pois iria à São Paulo a negócios justamente na região do Hospital. Assim, fui de carona e fiz a consulta. Combinamos de nos encontrar entre 17h e 17h30, a fim de que ele me levasse ao Terminal Rodoviário, para que eu retornasse a Hortolândia.

Esperei até às 18h, 18h30, e comecei a ficar apavorada. Eu não tinha a menor noção de qual linha me levaria até o Terminal e não tinha dinheiro suficiente para pegar um táxi. Fui ao ponto de ônibus e me informei acerca de qual coletivo deveria pegar. O primeiro passou superlotado, com pessoas penduradas nas portas. Então veio o segundo, o terceiro… a mesma coisa! Entrei no ônibus seguinte pela porta da frente, e outras pessoas entraram também. Com os empurrões e naquele aperto, acabei parando na parte de trás do ônibus.

Eu simplesmente não sabia onde descer. Então comecei a orar a Deus, quando um senhor me tocou no ombro e me perguntou: “Vai descer perto da Rodoviária? Vou descer lá também. É só me acompanhar.” Enquanto ele foi abrindo caminho entre as pessoas eu fui seguindo logo atrás, até que descemos. Caminhando pela rua escura, ele mal respondia minhas perguntas. De repente ele falou: “Aí está!” Naquele momento, avistei um grande letreiro luminoso que dizia: Terminal Rodoviário. Imediatamente virei para agradecer e me despedir, mas não havia mais ninguém! Olhei por todos os lados e nada. Fiquei atônita. Rapidamente me dirigi ao guichê da companhia para comprar a passagem de volta.

Tudo resolvido! Comecei a meditar no ocorrido e orei a Deus agradecendo muito, pois um anjo veio me socorrer na aflição. Eu me emociono e me alegro sempre por esse privilégio, o de ter andado um pouquinho ao lado do meu anjo da guarda.

Holanda Bueno Preuss
Ex-professora do IASP. Mora em Hortolândia desde 1969.

Os comentários estão encerrados.