Comentários da Lição 12 (3o Trim/2019) por Pastoral UNASP-HT
20/09/2019
Comemoração 70 anos UNASP HT – 20 à 22/09/2019
20/09/2019

Meditação de Pôr do Sol 20/09/2019 por Leonardo Kaufmann

2019-09-20

Fecha-se uma porta, Deus abre uma janela

Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. Apocalipse 2:10

Era o ano de 1991 e consegui ser aprovado para a faculdade de engenharia do Rio de Janeiro (UFRJ) – como eu havia sido aprovado em outra universidade também, fui procurar saber da possibilidade de aulas aos sábados, e como não era o caso, apesar de saber de que gastaria mais de duas horas por dia apenas em ônibus, escolhi fazer essa faculdade.

Para ser sincero, a grade de horários era muito boa – teria aulas todos os dias pela manhã e apenas segunda-feira e quarta-feira teria aulas também de tarde. Na minha turma éramos 60 alunos e a universidade tinha 8 turmas de engenharia iniciando.

Muita gente diz que o difícil não é entrar na universidade, e sim sair dela – vieram as primeiras provas e tive que me dedicar muito para conseguir notas medianas. Porém ao final da semana de provas a universidade entra em greve, que viria a durar quase 3 meses.

Quando finalmente a greve terminou, a universidade informou que para tirar o atraso, e para evitar faltas, haveriam provas todos os sábados, cada sábado de uma matéria… O sonho virou pesadelo… De toda a Escola, havia apenas mais um sabatista.

Conversei com minha mãe e ela me ajudou a preparar uma solicitação para que eu pudesse realizar a segunda chamada substituindo a segunda prova de todas as disciplinas e protocolei na secretaria da Escola de Engenharia. O processo teve que passar pelas secretarias de todos os departamentos e para ser sincero, acredito que Deus usou este documento como testemunho, pois todas as matérias deram parecer positivo. Porém o Departamento de Física não conseguiu aplicar a primeira prova antes do início da greve e como solução, foi oferecido fazer a segunda chamada da Engenharia e a segunda chamada da turma de Física – eu me desesperei pois esta é a matéria mais difícil no início do curso, e agora teria que fazer a segunda chamada na turma mais forte de todas. Orei e estudei, já que essa era a janela que Deus havia aberto – fiz primeiro a prova da engenharia e apesar de tudo, consegui tirar apenas 4,0 – precisaria tirar no mínimo 6,0 para ser aprovado.

Como foi a última prova de todas, pude dedicar a semana a estudar apenas física. Orando e estudando. Chegou o dia finalmente, e pela Graça de Deus consegui tirar nota superior à que necessitava.

Ao final do curso, minha turma concordou em não fazer a formatura na sexta-feira noite e um dos motivos foi para que eu também pudesse participar.

Ser fiel não quer disser que teremos prejuízos ao defender a bandeira de Cristo, mas estar disposto a perder, fazer o nosso melhor e confiar na vontade do Senhor.

 

Leonardo Kaufmann

Leonardo Kaufmann, 44 anos, esposo da Simone, frequenta a igreja do UNASP há 6 anos – atualmente diretor do Clube de Desbravadores Luzeiros da Colina, o clube do UNASP-HT.

Os comentários estão encerrados.