Comentários da Lição 7 (3o Trim/2019) por Pastoral UNASP-HT
16/08/2019
Voluntariado Hi7 – Projeto 2020
16/08/2019

Meditação de Pôr do Sol 16/08/2019 por Dário Lourenço Ruis

2019-08-16

CORAGEM DE UM IDOSO

 “Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.” Isaías 40:31

Nos idos de 1970, o pastor Abel Trivelatto fez uma visita à casa de meus pais na chácara onde morávamos, em Pirapozinho – SP. Nessa ocasião, meu pai estava com 72 anos de idade, e 5 filhos entre 12 anos e um bebê recém-nascido. Vendo que aquelas crianças não teriam um futuro muito promissor naquele lugar, o pastor incentivou meus pais a se mudarem para Hortolândia, para que os filhos pudessem crescer e estudar num ambiente cristão. Imaginem o dilema que meu velho pai enfrentou.

Mas essa proposta foi acalentada em seu coração e a partir daí começou a trabalhar para que se tornasse realidade.  Foi se desfazendo das coisas que possuía, para poder proporcionar aos filhos algo melhor.

Assim, no dia 24 de julho de 1974 chegamos em Hortolândia para uma nova vida. Fomos morar em uma chácara na “Curva da Onça”, mais precisamente num barracão de granja. Por sete meses, até terminarmos a casa onde viveríamos, esse foi nosso lar.

Ali plantávamos e colhíamos para o próprio sustento, criávamos galinhas e vacas para termos nosso alimento, e o que meu pai ganhava com seu trabalho braçal era exclusivamente para pagar a mensalidade dos filhos matriculados no IASP.

Assim, todos nós tivemos que começar a trabalhar muito cedo para ajudarmos na nossa manutenção e sustento básicos. Os anos se passaram, todos os filhos se formaram, se casaram e formaram famílias.

Eu sou muito grato à Deus, primeiramente, e depois aos meus pais que, mesmo com a idade avançada que tinham, abriram mão do comodismo e tiveram a coragem de dar aos filhos aquilo que eles mesmo não tiveram: a oportunidade de crescimento num ambiente cristão. Hoje, 44 anos depois, sou muito feliz e abençoado por também proporcionar às minhas duas filhas a mesma oportunidade que tive.

Dário Lourenço Ruis

Membro da Igreja UNASP-HT

 

Os comentários estão encerrados.