Comentários da Lição 7 (4o Trim/2019) por Classe dos Pais
15/11/2019
Meditação diária de 16/11/2019 por Flávio Reti – José da Silva Lisboa
16/11/2019

Meditação de Pôr do Sol 15/11/2019 por Maria Lucia Bonazzi

2019-11-15

Os planos de Deus

 

“Do homem são as preparações do coração, mas do SENHOR a resposta da língua”. Provérbios 16:1

 

É com orgulho que hoje vou contar uma história que faz parte da minha vida. Há aproximadamente 20 anos, nossa filha Daniela estava fazendo faculdade em São Carlos, interior de São Paulo. Ela estava no último ano e estava estagiava em Campinas. Ela vinha aos finais de semana para casa e ficava até quarta-feira trabalhando e, então, voltava para São Carlos e ficava até sexta-feira.

Certa quarta-feira, eu a levei na rodoviária para tomar o ônibus e estacionei o carro para que ela descesse quando olhei pelo retrovisor e vi um rapaz vindo com uma bolsa térmica na mão e comentei: “Está vindo um rapaz trazendo a marmita da semana”. Ela me disse que ele também estava indo para São Carlos e estudava com ela. Com a minha intuição de mãe logo pensei e disse: “Porque você não o namora”? Ela me deu uma bronca dizendo que ele tinha namorada. Não falei mais nada. Minha filha desceu do carro, eles se cumprimentaram e seguiram para pegar o ônibus.

Passado um tempo, o feriado de finados estava chegando e como sempre íamos para a praia perguntei se ela voltaria para irmos juntos. Mas Daniela disse que iria ficar, pois tinha um trabalho para entregar e iria aproveitar o feriado para fazer. Pedi apenas para se cuidar. Fomos viajar e ela ficou fazendo o trabalho com o amigo. Ao final do dia liguei para saber como estavam as coisas, e qual foi minha surpresa, ela me contou que estava namorando! Perguntei com quem e mais uma surpresa, o nome dele era Steven, o rapaz que eu havia sugerido para que ela namorasse.

Para encurtar a conversa, ela disse para ele que era adventista e tinha o hábito de ir à Igreja todos os sábados e que sempre era um dia diferente em casa. Ainda o convidou conhecer a igreja algum dia. A resposta foi outra surpresa: “Quero ir no próximo sábado”. Desde este dia, ele nunca mais deixou de ir à Igreja. O Steven foi trabalhar na Inglaterra e lá foi batizado. Logo que retornou ao Brasil eles se casaram. Hoje o Steven é um excelente esposo, pai, amigo e atua como diácono e diretor dos aventureiros da igreja do UNASP-HT.

 

Maria Lucia Bonazzi

Sou membro do UNASP-HT a mais de 20 anos e adventista há 51 anos. Trabalho como diaconisa há 20 anos mais ou menos. Gosto muito de ajudar em vários departamentos.

Os comentários estão encerrados.