Comentários da Lição 6 (3o Trim/2019) por Pastoral UNASP-HT
09/08/2019
Meditação diária de 10/08/2019 por Flávio Reti -Elias Howe
10/08/2019

Meditação de Pôr do Sol 09/08/2019 por  Daniela Soares dos Santos

2019-08-09

Com medo da tempestade

O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra. Salmos 34:7

Nossa mais recente experiência incrível com Deus aconteceu no acampamento de verão de 2016. Todos os anos nossa família acampa na época do carnaval no Acampamento Educativo Adventista em Analândia/SP. Analândia é uma região com alta incidência de raios no verão, inclusive com vitimas nos últimos anos. E especialmente no verão de 2016 as previsões do tempo em canais de televisão, internet e clima tempo eram péssimas. Previam-se grandes temporais com incidências de raios acima da média dos últimos anos para a região. Meu coração de mãe me dizia que esse ano era melhor ficarmos em casa, porem meu marido e principalmente nosso filho estavam animados e determinados a não faltarem. e então, na última semana nos inscrevemos e fomos para o acampamento. Chegando lá, como de costume, levamos todo nosso equipamento de camping e especialmente nosso fogareiro, pois desde o primeiro acampamento em família fazemos uma breve refeição na sexta feira antes do pôr do sol para depois irmos ao culto de abertura. Após o momento da refeição e pôr do sol com a presença de alguns amigos, meu marido foi lavar a louça num local próximo as barracas. Nesse momento começou a ventar muito forte, logo começou a cair pingos de chuva. Então nosso filho e eu entramos na barraca. Pensamos que a chuva passaria logo, porém a chuva aumentou rapidamente e começou um festival de trovões e raios espetaculares que cortavam o céu, algo inexplicável. Estar dentro da barraca protegidos da chuvanão fez nenhuma diferença, pois víamos os raios nitidamente em todo seu esplendor e horror. Parecia o fim de tudo, o fim do mundo. Meu marido ficou preocupado mas preso no local onde lavava-se a louça sem poder correr para nos socorrer na barraca, meu filho apavorado olhava para mim como se fossemos morrer naquele instante e começou a chorar e a dizer que não queria que aquele fosse seu último dia de vida na terra. Eu estava com medo, porém tentava acalmar meu filho. Comecei a cantar hinos de louvor e então sugeri que orássemos pedindo a proteção de Deus e que os raios e a chuva forte parassem. Então mesmo chorando, ele concordou e, abraçados, começamos a orar e a pedir que o Senhor Deus nos protegesse e protegesse a todos no acampamento daquela tempestade terrível, pedimos que nos enviasse seus anjos para cuidar de nós e das outras crianças que estavam com medo no acampamento. E então, como em um piscar de olhos, os raios e trovões pararam e a chuva diminuiu rapidamente. A tempestadeparasse transformou em uma garoa fina. Meu filho e eu conversamos sobre a confiança em Deus e o cuidado que ele tem aos que confiam nele. Foi uma experiência extrema, pregar em meio à tempestade é muito difícil, manter o outro calmo e confiante quando você mesmo precisa de uma salvação é uma experiência assustadora, mas Deus nos mostrou seu cuidado e misericórdia e Ele sempre nos ouvirá em nossa angústia, pois Ele nos promete isso em sua palavra. Deus pode tudo e tudo pode se resolver em um instante. O que parece terrível e assustador passa a ser agradável e suave como a própria voz do salvador. Tenho certeza que nossa família e especialmente nosso filho aprendeu muito neste dia sobre a proteção, o amor e a paz que só Jesus pode nos dar.

 Daniela Soares dos Santos

Mãe, Administradora, e Empresária. Casada com Genivaldo Braga dos Santos e mãe do Murilo de 09 anos. Membros da Igreja do IASP desde 2010.

 

 

 

Os comentários estão encerrados.