Comentários da Lição 5 (1o Trim/2019) por Classe 3
01/02/2019
Meditação diária de 02/02/2019 por Flávio Reti – Indira Priyadarshini Gandhi
02/02/2019

Meditação de Pôr do Sol 01/02/2019 por Nidélci Lima Rocha

DEUS FALA AO CORAÇÃO

“O coração ansioso deprime o homem, mas uma palavra bondosa o anima.” Prov. 12:25.

Penso que essa passagem bíblica foi escrita especialmente para mim. Às vezes uma mente criativa pode atrapalhar o fluxo normal das coisas e, por medo de errar, se prepara com saídas e soluções de possíveis problemas que possam surgir, mas nada acalma a ansiedade como a palavra de Deus diretamente ao coração, ou através de pessoas cristãs. O tempo pode ser um grande aliado, como também um gerador de estresse. Em 2015 vivi um conturbado processo de preparo para minha terceira missão que seria em Huambo – Angola. Faltando 8 dias para o embarque, minhas palestras e malas estavam prontas pela fé, pois não tinha em mãos o passaporte e o visto. Essa jornada de espera não desejo para ninguém, pois juntaram-se os elementos “missão e estresse” como a água e o óleo. Dentre tudo, o desinteresse do inimigo, consulado de Angola complicado, documentos de chamado do governo e da igreja Angolana feitos de forma errada, troca da data da viagem, criação de um novo passaporte, solicitação dos novos documentos, demora dos correios, mudança do tipo de visto e todo o meu cansaço, resultaram em dias e dias de sofrimento por ansiedade. Tudo isso parece brincadeira nas mãos de um Criador; Aquele que fala ao coração e nos encoraja no momento de aflição. Foi Ele quem me escolheu para a missão e me capacitou por muitos anos para ser missionária, temer o que? Numa sexta feira, percorri na minha cidade, uma média de 170 km para preparar nova documentação e apresentar ao consulado. Antes de tudo, cheguei à nossa empresa às 7h da manhã para providenciar documentos importantes. Minha surpresa foi grande quando o motorista da empresa me abordou perguntando onde estava meu esposo. Respondi que ele ainda estava em casa. Ele inconformado afirmou que me viu estar acompanhada ao sair do meu carro e relatou os detalhes. Razão pela qual o procurava no interior da empresa, mas não o encontrou. Depois de algum tempo de conversa, falei: você não viu o meu marido, você viu o meu anjo. Ele literalmente se impressionou e se conformou, pois tinha toda certeza que viu uma pessoa comigo. Nesse momento, eu também tive a certeza mais uma vez da presença de Deus ao meu lado desde cedo, pois aquele dia foi intenso, mas Deus me fortaleceu e não deixou de falar comigo por nenhum momento. Muitas coisas boas também aconteceram como: no dia errado o consulado excepcionalmente abriu só para me atender. Por problemas no correio o meu visto foi concedido inusitadamente através de cópias de e-mails e sem nenhum documento original. Na hora do Check-in percebi a falta do cartão de vacina e a Anvisa concedeu a segunda via através de um telefonema. O carrinho de malas com mais de 70 kg apresentava defeito caindo todas no chão, mas consegui carrega-las. E ao chegar em Huambo, mais de mil pessoas me esperavam para um sermão, quando fiquei presa no elevador, mas logo ele foi aberto. Hoje é uma delicia lembrar esses fatos e sentir como Deus fala ao nosso coração e dirige a nossa vida. Suas palavras de animo e conforto alimentaram a minha fé. E então, a calma se instalou e a missão foi uma benção a todos e especialmente a mim, que aprendi entregar o meu caminho ao Senhor, confiar nEle e sentir que a ansiedade nos deprime, mas a Sua palavra nos anima.

Nidélci Lima Rocha

Professora e membro do UNASP- HT

Os comentários estão encerrados.