Meditação diária de 28/04/2018 por Flávio Reti
28/04/2018
Meditação diária de 30/04/2018 por Flávio Reti
30/04/2018

Meditação diária de 29/04/2018 por Flávio Reti

29 de abril

O Peru (Meleagris gallopavo)

João 8:51   “Em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte”

O peru é um animal nativo dos Estados Unidos. Na verdade era um animal selvagem por lá e que foi domesticado e hoje faz parte do cardápio do americano normalmente, e muito mais nas festas de celebrações, como no dia de ação de graças, a última quinta-feira de novembro de cada ano. Quando os colonizadores chegaram ao novo mundo, já encontraram a ave livremente nas terras da América. Em Inglês, ele recebeu o nome Turkey,o mesmo que Turquia, porque da Turquia (Turkey significa Turquia em Inglês) vinha para o mercado da Europa as galinhas d’angola que eram largamente consumidas. Os machos têm a cabeça pelada e uma pele rugosa em forma de barbela, parecendo bolhas que aumentam quando ele fica agitado. Também têm sobre o bico uma espécie de tromba que aumenta de tamanho na sua agitação. A pele corrugada, as bolhas da pele, a trombinha se incham quase tapando os olhos do peru e a cabeça que normalmente é azul fica vermelha indicando que ele está pronto para lutar. Os machos têm no peito um tufo de pelos grossos e duros e nas pernas um esporão afiado para lutar. Um peru adulto chega a pesar 12 quilos. A National Turkey Federation relata que um peru selvagem foi achado e que pesou 17 quilos. O fato dos pais peregrinos encontrarem o peru como ave nativa na nova terra, deu a eles um grande incentivo para criar a ave em cativeiro, domesticar e fazer comércio com ela. Os americanos consomem 45 milhões de perus apenas no dia de ação de graças, o equivalente a 800 mil toneladas de carne de peru. Aqui no Brasil o consumo não passa de 265 mil toneladas no ano inteiro.

Para a alegria e a satisfação de um povo o pobre animal é que tem de morrer para suprir as mesas fartas dos americanos. Relembra a morte de Jesus. Para a salvação de uma raça condenada, o justo e inocente filho de Deus veio ao mundo para morrer em nosso lugar. Morte de peru não é um sacrifício, mas a morte de Cristo sim e em favor de muitos. A morte de milhões de perus não salva um pecador, mas a morte de Cristo pode salvar milhões de pecadores. Este é o milagre de Deus em nosso favor. Precisamos pensar nisso e aceitar a morte substitutiva do filho de Deus.

Os comentários estão encerrados.