10 dias de oração – Dia 06
27/02/2018
10 dias de oração – Dia 07
28/02/2018

Meditação diária de 28/02/2018 por Flávio Reti

28 DE FEVEREIRO

A garça real (Pilherodius pileatus)

Mateus 4:19 “E disse-lhes: Vinde após mim e eu vos farei pescadores de homens”

 

Quem gosta de pescar sabe que dependendo da isca pega ou não pega peixes. Nas iscas artificiais sempre há uma peninha, parece que as iscas de penas exercem um certo poder fascinante sobre os peixes. Um fotógrafo, caminhando em busca de bons ângulos para fotografar pássaros, se deparou com uma garça que estava pescando num canal. Ele primeiramente a observou e viu que ela tinha no bico uma pena, um incidente normal, sem muita importância para o fotógrafo. Ele ficou quieto, montou lentamente sua câmera no tripé, ciente de que a garça iria deixar cair a pena e iria pousar de frente para uma boa foto. Mas o fotógrafo estava enganado e não esperava o que viu em seguida. A garça se aproximou mais do canal, mais para perto da água, segurando a pena e olhando para dentro da água. Depois de alguns passos a garça esticou o pescoço e deixou a pena cair dentro da água e ficou ali imóvel, em posição de bote, como fazem as garças. De repente ela deu uma forte mergulhada com o bico e tirou de debaixo da pena um peixe, sua primeira vítima atraída pela a pena. A garça recolheu a pena e continuou pescando ao longo do canal aplicando o mesmo método. O fotógrafo fez mais fotos para provar que ele não havia se enganado. A garça sabia pescar e sabia usar a isca certa. (www.youtube.com/watch?v=iaxtO4tYeeg).

A garça sempre vai ser vista beirando os lagos, rios, praias, manguezais de todos os continentes, exceto na Antártida por ser muito fria. A maioria das garças é branca e todas têm o pescoço coberto de penas, nenhuma de pescoço pelado. Existem mais de 60 espécies de garças, mas a mais conhecida é a garça branca.

Assim como os peixes são enganados pelo que parece ser uma refeição tentadora, os seres humanos também são enganados por todos os tipos de situações da vida. Nosso inimigo, o diabo, lógico, sabe qual a melhor isca e ele tem várias. Mas Jesus também tem seu método de nos atrair a ele e nós, quando trabalhamos com ele, podemos nos tornar como iscas atraentes para trazer pessoas a ele. É assim que todos nós podemos nos tornar pescadores de homens. A peninha da garça era para enganar os incautos peixinhos, era sua isca traiçoeira. Pergunta-se: Que tipo de isca é você? Como você faz para atrair pessoas para Cristo? No plano de Deus nós seremos pescadores de homens para que todos conheçam o evangelho da graça de Jesus.

Os comentários estão encerrados.