Comentários da Lição 4 (4o Trim/2018) por Classe dos Pais
26/10/2018
Participe agora da Pesquisa da Igreja Adventista 2018
27/10/2018

Meditação diária de 27/10/2018 por Flávio Reti

27 de outubro

A Cigana (Opisthocomos hoazin)

Salmos 8:4   “Que é o homem, para que te lembres dele? E o filho do homem para que o visites?”

Como é uma ave bonita, elegante, cheia de penas arrepiadas e coloridas, cara azulada como se fosse maquiada, puseram-lhe o nome de cigana aludindo às pessoas ciganas que saem às ruas com roupas coloridas, muitas joias e muita maquiagem para ler a mão das pessoas na pretensa crença de predizer o futuro.  Mas a cigana, nossa ave de hoje, é um tipo de jacu que em alguns lugares recebe o nome de catingueira, por causa do fétido odor que ela exala por causa de fermentação estomacal de material vegetal que elas engolem. O significado do nome dela é “pássaro grande que usa cabelo comprido para trás”. E ela não é pequena, pois mede mais de sessenta centímetros de comprimento e pesa até um quilo.

Sua alimentação vai desde capim até folhas e brotos de árvores e para digerir tudo isso ela possui um papo duro e forte que tritura tudo antes de mandar para o estômago. Mas o papo chega a ser até 50 vezes maior do que o estômago e isso explica porque os vegetais que engole fermentam antes de avançar na digestão. Ela enche o papo e o estômago não consegue digerir tudo que está no papo, daí a fermentação e o mau cheiro que ela solta por causa das bactérias que se desenvolvem no bolo alimentar. Ela é desajeitada para andar e seus movimentos são lentos por cima da vegetação e dos galhos de onde ela cai com frequência. Está aí uma ave que cai do galho, já viu isso? É a ave mais controvertida que se conhece, peculiar e misteriosa. É única que faz fermentação no papo, transformando as folhas que engole em açúcares. Desde filhotes, elas já possuem garras nas asas para auxiliá-las subirem nas árvores. Acredita-se que seus parentes mais próximos sejam as galinhas, mas ninguém até hoje conseguiu descrever sua origem, seu filo. Pior ainda, elas já estão na fila da extinção, poucas delas ainda habitam a região Amazônica.

Quando eu li sobre a ave cigana, o mau cheiro que ela exala, o quanto ela é mal vista ou mal vinda, veio-me à mente aquelas pessoas que por vezes a gente encontra caídas nas calçadas, embriagadas, sujas e mal cheirosas. Olhando para uma pessoa nessas condições, o primeiro pensamento que vem à mente é o “quanto o ser humano decaiu depois que saiu das mãos do criador” e até onde chegou aquele que uma vez foi criado “pouco menor do que os anjos no céu” e que um dia já foi revestido de glória e de honra (Sal.8:5). O plano de Deus é levar de volta o homem à perfeição em que fora criado, mas até lá Deus vai ter muito trabalho com sua criação, porque o homem é rebelde e não aceita melhoria no seu caráter e menos ainda na sua vida. Prefere viver no pecado arruinando mais e mais a vida, esse dom de Deus.

Os comentários estão encerrados.