Encontro de Quartetos – 10-11/08/2018
25/07/2018
Meditação diária de 27/07/2018 por Flávio Reti
27/07/2018

Meditação diária de 26/07/2018 por Flávio Reti

26 de julho

Os micróbios  (Phoenicis Tersicoccus)

Obadias 1:2   “Eis que te farei pequeno entre as nações, serás muito desprezado”

Como o próprio nome já define, são micro organismos que só podem ser vistos através de um microscópio. Incluem os vírus, as bactérias, os protozoários, as algas unicelulares, os fungos e até os ácaros. A humanidade sempre conviveu com esses animais e nunca soube, somente depois da invenção do microscópio é que a humanidade tomou conhecimento de que havia animais impossíveis de serem observados a olho nu e que pululavam no seu corpo, nas suas casas, nas suas roupas e em todos os lugares. A grosso modo todos são micróbios, mas há muitas diferenças entre eles. As universidades já criaram uma disciplina só para estudar os micro organismos e deram o nome de microbiologia. Muitos desses micros são agentes patológicos, isto é, que transmitem doenças, como o protozoário que habita nas fezes do barbeiro e que provoca a doença de chagas, o vírus da zika que habita no mosquito Aedes Aegypti. Mas muitos deles são agentes benéficos para o meio ambiente, como as bactérias que se encarregam de decompor a matéria orgânica, os fungos que são responsáveis pela levedura dos pães, que nós conhecemos como fermento, os fungos que fazem o leite se transformar em yogurte. Os micróbios são encontrados em todos os habitats, desde o fundo dos oceanos, passando pela terra e indo até a atmosfera. Eles suportam bem as variações de temperatura e até se adaptam com as variações. O estudo da constituição, das condições de desenvolvimento, da multiplicação, do meio onde vivem e do efeito que os micróbios têm sobre os outros seres permitiu que o Homem aprendesse a utilizar os micróbios cuja ação é útil e a proteger-se dos que têm uma ação prejudicial. As pessoas que costumam roer as unhas ou meter os dedos na boca correm um grande risco de introduzir no organismo micro organismos indesejáveis e patogênicos.

Pequenos como possam parecer, eles, os micro organismos, exercem grandes funções na vida orgânica. Podem ser úteis ou danosos, mas exercem sua atividade. Assim também as pessoas que se julgam pequenas. Elas também têm suas funções que podem ser boas ou más, dependendo da orientação que seguem. Agora, para Deus, não existe essa distinção de pequeno ou grande, porque todas as pessoas são consideradas humanas e para elas também Cristo morreu e agora quer salvá-las para o reino dos céus. E tem mais, no céu as pessoas todas irão crescer até alcançar a estatura um pouco menor do que o próprio filho de Deus, Jesus. Essa é uma boa informação, não é?

Os comentários estão encerrados.