Ampliação/Novos módulos da Igreja do UNASP Hortolândia – julho 2
24/07/2018
Encontro de Quartetos – 10-11/08/2018
25/07/2018

Meditação diária de 25/07/2018 por Flávio Reti

25 de julho

O Papaléguas (Geococcyx californianus)

Hebreus 12:1   “Portanto, nós também, pois que estamos rodeados de tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo  embaraço e o pecado que tão de perto nos rodeia e corramos com perseverança a carreira que nos está proposta”

Ao falar em papa-léguas, o que vem primeiro à mente são os desenhos animados em que o papa-léguas está sempre fugindo e abusando do coiote, o outro personagem dos desenhos animados. Na realidade, o papa-léguas existe e tem muita semelhança com o personagem criado para os desenhos. É uma pássaro que vive no deserto americano, especialmente na Califórnia, conhecido entre os americanos como “road runner” que significa corredor da estrada. O Road Runner é um personagem de desenho animado criado em 1949, por Chuck Jones, para os estúdios Warner Bros, baseado nos road runners verdadeiros. Um dos mais conhecidos Looney Tunes, é baseado em animais reais nativos dos desertos do sudoeste americano. É uma ave grande, de uns 50 centímetros, tem pernas realmente longas. Na secura do deserto ele encontra seu alimento nos insetos, lagartos, escorpiões e algumas cobras até venenosas. Ele chega a correr 30 km por hora. Fora do desenho animado, o papa-léguas corre de fato para escapar literalmente do coiote, seu principal predador, que gosta de almoçar um papa-léguas de vez em quando. Quem vive nos Estados Unidos já sabe que ele é uma ave interessante que prefere correr ao invés de voar. Ele só vai voar se for encurralado e não tiver espaço para correr, mas assim que possível ele prefere correr pelo chão. Uma coisa você deveria saber, se é que você gosta ou já gostou de vê-lo no desenho animado, é que ele não faz aquele bip-bip que você ouve. Seu cantar é grave, como um pombo arrulhando. É um pássaro benéfico porque come desde insetos, lagartos e até cobras cascavéis, centopeias, ratos, grilos e gafanhotos, logo, como você vê, ele é um pássaro que vale a pena ter na fazenda.

Há algumas lendas a respeito do papa-léguas e uma delas é que ele é um pássaro muito cristão porque por onde ele passa ele deixa no chão as marcas de suas pegadas em forma de cruz. Ele também recebe o nome de paisano que significa companheiro e amigo. Precisa de um testemunho melhor do que esse, de deixar a marca da cruz por onde passa e servir de companheiro e amigo? Se nós, na correria da vida, fôssemos assim, a marca da cruz estaria impressa em todo o mundo.

Os comentários estão encerrados.