Comentários da Lição 12 (1o Trim/2018) por Pr Sérgio Monteiro e amigos
23/03/2018
Musical “A Cruz de Cristo” – transmissão ao vivo
24/03/2018

Meditação diária de 24/03/2018 por Flávio Reti

24 de Março
O Leão (Panthera leo)

Salmos 27:14   “Espera tu pelo Senhor, anima-te e fortalece o teu coração. Espera, pois, pelo Senhor”

Se você já ouviu falar de alguém chamado Felix, como o imperador Romano, saiba que esse nome significa gato. Há uma grande família de felinos (da palavra felix) que inclui os gatos domésticos, a onça, o tigre e o leão. Na verdade o leão é um gatão forte e valente, além de feroz, que chega a medir até 3 metros de comprimento e chega a pesar até 250 quilos.  Ele é um animal carnívoro e, nos zoológicos, ele consome até 20 quilos de carne por dia. Ele só é menor do que o tigre. É originário da África e da Índia e quando dá o seu rugido ele bota medo em meio mundo. É fácil identificar um leão macho pela juba, que mais parece uma peruca que cobre do pescoço até o ombro do animal. As fêmeas não têm juba. Na família dos leões, são as fêmeas as encarregadas de caçar para alimentar o bando que geralmente se compõe de uns 15 animais e elas caçam geralmente à noite. Suas presas preferidas são os gnus, as zebras e os antílopes. Aqui no Brasil, o leão virou mascote, ele é o símbolo do Imposto de renda, porque ataca a todos indistintamente. Como o leão é um animal que abocanha sua refeição, assim o departamento de finanças do Brasil, comparado a um leão, abocanha boa parte dos rendimentos dos brasileiros, chega a ser 27.5% em alguns casos, mais de ¼ do rendimento individual. O leão foi escolhido para isso por causa das suas características relevantes. Ele é considerado o rei dos animais, logo leva a imagem de justiça. Age quieto, mas com firmeza, assim é o departamento do tesouro do Brasil. Mas que abocanha, isto sim, abocanha mesmo!

A lição que o leão nos deixa é a de ser forte, corajoso, aliás esse é o conselho que Josué, o líder dos israelitas depois de Moisés, deu aos filhos de Israel nas vésperas da tomada de posse da terra prometida (Jos.1:9). Ser forte e corajoso é quase uma obrigação dos crentes de todos os tempos. De modo algum podem os cristãos esmorecer e abandonar a corrida que leva ao céu. Os dias são maus, o mundo vem passando por transformações inusitadas e qualquer um sabe que o reino de Deus está se aproximando. É necessário que tenhamos coragem e forças para lutar até o fim. De nada adiantaria lutar até agora e abandonar o barco chegando à praia. Portanto, forças, povo de Deus!

 

Os comentários estão encerrados.