Comentários da Lição 8 (1o Trim/2018) por Pr Sérgio Monteiro e amigos
23/02/2018
10 dias de oração – Dia 03
24/02/2018

Meditação diária de 24/02/2018 por Flávio Reti

24 DE FEVEREIRO

Fuinha (Martes foina)

I Samuel 16:7 “Mas o Senhor disse a Samuel: Não atentes para sua aparência,, nem para a grandeza de sua estatura, porque eu o rejeitei, porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem olha para o que está diante de seus olhos, porém, o Senhor olha para o coração”

 

A fuinha é mais um animal da família mustelae (raposa, lontra, texugo, doninha) que reúne mais de 50 espécies. São animais mamíferos e carnívoros, mas a fuinha quando capturada ainda pequena e treinada pode ficar tão dócil como um gatinho e ela consegue se acostumar facilmente com a nova vida. Sendo que ela é carnívora e caça outros pequenos animais para se alimentar, os romanos a usavam para caçar ratos. Existe uma estória de um lorde da Escócia que encontrou uma fuinha ferida e cuidou dela até que ficasse curada. A fuinha, então mudou-se para os estábulos do lorde e acabou com os ratos dali e veio a ser uma grande amiga dos cavalos vivendo muito feliz entre eles. Em geral a fuinha vive nas fazendas e representa um perigo para os galinheiros. Além de carnívora, ela ainda rói os obstáculos que encontra com seus dentes afiados. Mora em buracos nos troncos das árvores, faz túneis que vão sair dentro dos galinheiros e esconde a entrada do túnel com folhas. Ela tem um cheiro muito forte no corpo e de vez em quando solta uns guinchos estranhos. Muito bonitinha, esperta, fofinha, mas no dicionário ela é sinônimo de indivíduo avarento, miserável, sovina.

A mim me parece com aquele crente que na igreja aparece todo bem vestido, engravatado, de bíblia em baixo do braço, mas lá em casa ele não é o que aparenta ser. Muito bonitinho, esperto, boa aparência, mas fora da igreja é um fuinha e até cheira mal às vezes. Representa um perigo para os demais, para a família e ainda tenta cobrir com folhas secas os sinais da sua passagem. Assim como a fuinha pode fazer estrago nos galinheiros, um indivíduo assim pode significar um dano para a igreja, para a comunidade de crentes. Eles não são confiáveis e nem merecem confiança. Lamentável que haja pessoas assim mesmo dentro da igreja, mas Jesus disse para deixar crescer juntos o trigo e o joio e que na ocasião da ceifa o joio será arrancado e queimado e o trigo recolhido nos celeiros celestiais. Essa é uma boa lição ensinada pela mestra fuinha.

Os comentários estão encerrados.