Comentários da Lição 3 (4o Trim/2018) por Classe dos Pais
19/10/2018
Dia do Pastor Adventista 2019
20/10/2018

Meditação diária de 20/10/2018 por Flávio Reti

20 de outubro

Toupeira-nariz-de-estrela (Condylura cristata)

I Coríntios 2:9   “Mas como está escrito: as coisas que os olhos não viram, nem ouvidos ouviram, nem penetraram no coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam”

Está aí um animal que é pouco visto pelo homem e muito pouco conhecido, primeiramente porque não são comuns em nossas regiões e porque são arredios e vivem fugindo do homem e depois porque só saem à noite em busca de alimentos e por razões de sua segurança, afinal, é uma toupeira, mas não é boba. Ela não é um animal muito grande como você deve estar pensando, ela mede no máximo 20 centímetros, do tamanho de uma ratazana e infelizmente é um animal cego. A toupeira-nariz-de-estrela é cega. Seu nome se deve a ela ter o nariz em formato de uma estrela, como se o focinho fosse aberto, mas é através dele que ela se guia pelos túneis que constrói com suas garras. Seus nariz, em formato de estrela, possui também vários apêndices, pequenos tentáculos para ela sentir o ambiente ao seu redor e se guiar nos túneis por ela cavados. Tem o pelo ensebado, impermeabilizado, e sabe nadar muito bem sem se molhar. Seu alimento são outros animais invertebrados que vai encontrando por onde passa e onde cava. Seus tentáculos que se projetam do focinho, do nariz propriamente, servem de órgãos sensoriais que a ajudam a se guiar pelos escuros túneis e apalpar seu alimento. Ela é natural da América do Norte e mesmo lá poucas pessoas já viram ou conhecem uma toupeira cega sobrevivendo entre os animais de natureza tão competitiva. Isso é o que a faz um dos mamíferos mais estranhos e peculiares existentes no mundo.

Você deve estar estranhando um animal cego conseguir sobreviver, mas o que dizer do homem que enxerga, mas não vê? Por certo você não é cego e pode se ufanar de enxergar muito bem, não tem problema algum de visão. O que estou querendo fazê-lo entender é que você enxerga coisas, enxerga pessoas, enxerga tudo que está ao seu redor, mas há pessoas que não veem o que se passa por cima, por trás e pela frente do ambiente onde está inserida. Há muitas outras coisas que são discernidas no ambiente espiritual, coisas que ainda não se fizeram concretas para que o homem as entenda plenamente. Por exemplo, Deus nos promete a ressurreição dos mortos para a vida eterna. Você consegue vislumbrar isso como uma realidade na sua vida? Pra você, isso é alguma coisa concreta ou alguma coisa puramente fictícia? Na palavra de Deus estão muitas coisas escritas que ainda não se fizeram realidade e nós temos dificuldades para entender. Lemos lá, lemos de novo, e continuamos sem penetrar nas promessas claras feitas por Deus. Nós não somos toupeiras, mas há muita coisa que não vemos claramente.

Os comentários estão encerrados.