Informações do Primeiro Passeio Ciclístico UNASP Hortolândia – 20/05/18
19/05/2018
Meditação diária de 21/05/2018 por Flávio Reti
21/05/2018

Meditação diária de 20/05/2018 por Flávio Reti

20 de maio

A Tartaruga (Podocnemis expansa)

Romanos 6:23 “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor”

Quando as pessoas veem uma tartaruga, elas acham que são todas as espécies iguais, mas não são. Embora muita gente saiba que ela tem uma carapaça que cobre o corpo e outra placa dura que protege a barriga, há muita coisa que podemos aprender com a tartaruga. Quando a tartaruga dorme ou quando sente medo, ela se
encolhe para dentro da carapaça, encolhe as patas, o rabo e a cabeça e fica parecendo uma pedra, imóvel. É a sua defesa. Há tartarugas aquáticas e terrestres. A grande diferença é que as aquáticas possuem barbatanas para nadar e em terra caminham com dificuldade, já as terrestres tem patas e não gostam muito de água. São animais que respiram por pulmões e mesmo na água elas precisam vir à tona para respirar. O que você não sabe é que há tartarugas que chegam a medir 2.5 metros de comprimento, mais que a altura de um homem. Normalmente uma tartaruga come plantas, mas algumas se alimentam de peixes, rãs e outros animaizinhos. Existe uma tartaruga terrestre pequena que recebe o nome de cágado. Quando Darwin passou pelas ilhas Galápagos, ele descobriu tartarugas enormes que chegavam a pesar 230 quilos e por ser muito grande e pesada só conseguem andar a 360 metros por hora, no máximo de seu esforço. As lendas dizem que os piratas dos mares, quando andavam à cata de tesouros, costumavam desenhar o mapa do tesouro na carapaça da tartaruga porque elas chegam a viver 150 anos não se perderia se fosse desenhado em papel, muito vulnerável ao tempo. Na Amazônia brasileira os nativos comem a tartaruga da Amazônia, lá com o nome de tracajá, com uma planta de nome jambu que amortece levemente
a boca e dizem que é um prato sensacional, com o qual eles provocam os turistas para experimentar.
Note a informação: Elas precisam vir à tona para respirar.
Não lhe parece uma boa informação quando dizemos que nós precisamos subir um pouco mais e tomar fôlego, respirar a atmosfera mais do alto, de cima, mais próxima do céu? Vivemos num ambiente poluído nesta terra, estamos mergulhados em dificuldades e problemas, é hora de subirmos acima da superfície e respirar o ar celestial. Só assim poderemos viver vida longa, não como a tartaruga que chega a meros 150 anos, mas viver eternamente. Afinal, não é este o anseio de todos? É possível, porque está escrito que tudo é possível àquele que crê (Mar.9:23).

Os comentários estão encerrados.