Final da Semana de Oração: Em Busca de Sentido – 20 e 21 de abril/2018
19/04/2018
Dr. Wong Young Bong, Vice-Reitor da Samhyook University visita o Brasil.
20/04/2018

Meditação diária de 20/04/2018 por Flávio Reti

20 de abril

A Pantera (Panthera Pardus)

Isaías 55:8   “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor”

Costuma-se chamar de pantera um grupo de animais bem conhecidos como tigre, leão, onça e o leopardo. Chama-se de pantera os grandes felinos e vamos lembrando que não existe uma espécie distinta chamada de pantera negra. É o nome que se dá a qualquer felino que apresente pelagem meio escura ou preta. Quando vemos uma foto de um felino negro, e estamos chamando de pantera negra, provavelmente estamos vendo a foto de um leopardo, ou o mais provável de uma onça. Os grandes felinos, as panteras que o povo chama, corre, salta, sobe em árvores, escala troncos e passa a maior parte do tempo trepada descansando, dormindo ou mastigando suas presas. Elas arrastam lá pra cima das árvores para evitar ter que dividir com outros carnívoros que não conseguem subir em árvores, como o leão e a hiena e mesmo os lobos. As panteras sabem mergulhar, sabem nadar, conseguem andar sobre folhas secas sem fazer barulho. Quando menos se espera elas saltam sobre suas vítimas a metros de distância. Elas só não atacam outros felinos. Note bem, não existe uma espécie cujo nome seja pantera, existem outros felinos que são todos chamados de pantera, porque o povo em geral não sabe distinguir muito bem, então, engloba todos dentro de um mesmo nome. Sabendo distinguir ou não sabendo, essa conversa de pantera já me mete medo só de falar neles, porque todos os felinos são temíveis. Não é um gatinho com que eu possa brincar.

Ao pensar sobre isso, me lembrei da maneira como Deus nos considera. Ele não faz distinção de brancos e negros, de ricos e pobres, de feios ou bonitos, se gordo ou se é magro. Todos são considerados por Deus como seres humanos, criaturas de suas mãos. Assim como pra nós todos os animais da família dos felinos são chamados de pantera, para Deus todos os seres humanos são seus filhos, sem distinção. E consequentemente todos têm o mesmo direito de conhecer a verdade, ser incluídos no grupo de seus filhos e finalmente ganhar a salvação que é oferecida a todos indistintamente. Claro que a comparação está muito fraca, porque Deus na sua onisciência sabe muito bem quem é quem, ele nos conhece por inteiro e sabe o que se passa dentro do nosso coração. Você pode ser considerado igual a muitos outros, mas Deus sabe quem é você e sabe até das suas intenções. Graças a Deus, que ele nos conhece!

Os comentários estão encerrados.