Formatura dá início uma nova história
18/12/2018
Campanha virtual alerta cristãos contra boatos e fake news
19/12/2018

Meditação diária de 19/12/2018 por Flávio Reti

19 de dezembro

Cobra cega (Amphisbaena alba)

Oseias 6:3   “Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor, a sua saída, como a alva, é certa…”

É uma cobra com aparência de uma minhoca, de pele lisa e olhos minúsculos debaixo da pele. Geralmente ela vive enterrada em locais úmidos. Se formos levados pelo nome dela, “cobra cega”, nós vamos entender que se trata de uma cobra e que é cega, certo? Errado, ela não é uma cobra e nem é cega, não passa de um mito popular e as pessoas precisam de mais informações. Na verdade, a cobra cega não pertence à família dos repteis como as demais cobras, minhocas ou lagartos, ela é um anfíbio invertebrado. A cobra cega não ataca e nem morde, mas ela possui glândulas que produzem toxina venenosa, mas não se tem relato de alguém ser envenenado por uma cobra cega. O nome que ela recebeu é de origem popular e não tem muita explicação do porquê ela tem esse nome, apenas se parece com cobra, não tem vértebras, tem boa mobilidade e as pessoas a confundem com uma cobra. Como também tem os olhos muito pequenos e por baixo da pele, as pessoas não veem os olhos dela e por isso afirmam que ela é cega, mas não é. Ela não é cobra e não é cega, tem olhos pequenos, apenas não tão eficientes como de outros animais, mas ela consegue se guiar também captando vibrações do ambiente e usa isso como mecanismo de defesa. Normalmente ela vive enterrada para proteger seu corpo que precisa se manter úmido, molhado, por isso não é comum vê-la rastejando pelo chão como as demais cobras. Com a cabeça ela fura galerias debaixo da terra para esconder o corpo. Ela se alimenta principalmente de outros invertebrados, minhocas. Ela possui dentes, mas normalmente não mastiga sua presa, ela engole sua presa inteira como as demais cobras e esse é outro fator que leva as pessoas a considerá-la uma cobra. Uma grande curiosidade a respeito desse animal é que quando ele ainda é filhote, ele se alimenta da pele de sua mãe. Segundo estudos feitos, existem só no Brasil ao redor de 26 espécies de cobra cega, que não é cobra e que não é cega, é apenas fruto da crendice popular e da ignorância das pessoas.

Se dissermos que as pessoas são ignorantes, isso pode ser ofensivo para muitas, mas quanta coisa nós, de fato, ignoramos. Ninguém sabe tudo, é impossível sabe tudo nesta vida. Com tanta tecnologia avançada, noventa por cento da população é ignorante. Muita coisa que ignoramos não nos faz falta. Que me interessa saber como funciona a turbina de uma avião? Eu quero é entrar nele e voar. Mas uma coisa não podemos ignorar, a ciência da salvação. Sem ela nosso futuro estará arruinado e nós estarmos perdidos.

Os comentários estão encerrados.