Batismo da Primavera 22 e 23/09/18
18/09/2018
Música Tema: Semana de Oração “Transformados”
19/09/2018

Meditação diária de 19/09/2018 por Flávio Reti

19 de setembro

O Polvo (Octopus vulgaris)

Provérbios 17:24   “O alvo do inteligente é a sabedoria, mas os olhos do insensato estão nas extremidades da terra”

O polvo pertence à família dos moluscos (a lesma, o escargot, ostra) mas que são animais marinhos. Eles não possuem esqueletos, não têm ossos, só um corpo mole com 8 tentáculos e em cada tentáculo uma fileira de ventosas com as quais eles se apegam às rochas do mar, aliás, boa parte do seu tempo eles ficam entre as rochas, escondidos de predadores. Quando pressionado por um predador, ele solta um jato de tinta deixando o inimigo cego por alguns instantes, o tempo deles fugirem. São animais solitários, se alimentam de peixes, crustáceos e outros animais também invertebrados do mar.  Sua pele é sensível à luz, por isso ele sempre está afundado na água mais escura, mas possui uma visão privilegiada e tanto que ele consegue distinguir cores. Dependendo da espécie, ele chega a pesar 40 quilos e ter três metros de comprimento nos tentáculos. São encontrados nas cores marrom, vermelha, amarela e castanho. Em abril de 2016, os jornais da Austrália divulgaram a notícia de um polvo fujão na Nova Zelândia. Ele aproveitou que a tampa do seu aquário estava entreaberta e conseguiu sair durante a noite e depois de atravessar uma sala ele se infiltrou por um ralo do esgoto que media 50 metros e conseguiu chegar ao mar e escapar. Ele tinha até um nome, Inky, mas nunca mais foi visto. A carne do polvo vem se tornando uma iguaria na mesa dos brasileiros, embora ainda seja um pouco desconhecida de todos, mas no Japão ele sempre está presente nos pratos simples e sofisticados da culinária japonesa. Pra quem entende de comida japonesa, ele está nos sushis, nos sashimins, nos temakis e em outros pratos. Sua carne é muito rica em ômega 3 indicada para o combate ao colesterol e às doenças cardíacas, além de ser rica em vitaminas A e B e baixo índice de gordura. Pela bíblia, ele é um animal imundo e não deve ser consumido.

Fico pensando na sua forma de usar seus tentáculos prendendo e devorando suas presas e estendo o pensamento para comparar com as várias formas que satanás usa para nos alcançar e também nos prender. Como se fosse com tentáculos, satanás lança ao nosso redor muitos meios de nos prender e de nos devorar. Se um polvo é bastante inteligente para fugir de um aquário por um ralo de esgoto, muito mais inteligentes deveríamos ser nós para escapar do alcance dos tentáculos de satanás. Pra isso Deus nos deu a inteligência e toda informação necessária para uma vida de prontidão diante dos ataques do inimigo das almas. Ser inteligente é um privilégio, mas a sabedoria está em saber usar a Inteligência a nosso favor.

Os comentários estão encerrados.